Ursos de pelúcia são usados para ensinar distanciamento social para crianças

Ursos de pelúcia são usados para ensinar distanciamento social para crianças

Natália Venâncio

03 de novembro de 2020 | 11h55

Educação Infantil do Colégio Marista Arquidiocesano adota a prática no retorno presencial das aulas na capital paulista

Alunos da Educação Infantil II e III do Colégio Marista Arquidiocesano retornaram às aulas presenciais para acolhimento e reforço pedagógico, conforme determina a Prefeitura Municipal.

Para ensinar os parâmetros do distanciamento social, o colégio presenteou as crianças com um urso de pelúcia que usa o mesmo uniforme delas, como um novo “coleguinha” de classe.

“Cada criança terá o seu. São ursos novinhos, devidamente higienizados, guardados individualmente, de forma que só os retiraremos de seu “abrigo”, quando formos entregá-los a cada criança e quando elas forem embora para casa, os guardarão no pacote plástico identificado. Os ursos ficarão na escola até o final do ano, respeitando os protocolos de combate à Covid-19”, explica a coordenadora de Educação Infantil do Colégio Marista Arquidiocesano, Rosana Marin.

Foi colocada uma etiqueta personalizada em cada um dos ursos, com a mensagem de que eles vieram para brincar e convidando a criança a escolher um nome para seu novo companheiro.

“Pensando que não poderão abraçar os amigos e tampouco ficarem muito próximos, terão seu ursinho individual para dar-lhe apoio emocional, permitir ser abraçado, sem risco de contágio, afinal, o urso é o “amigo da escola”, que pode ser muito abraçado nesse momento”, afirma Rosana.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: