Um semestre intenso para a Natação do Arquidiocesano

Um semestre intenso para a Natação do Arquidiocesano

Paulo Adolfo

11 Junho 2018 | 17h54

Neste semestre, o Colégio Marista Arquidiocesano participou de três importantes eventos de natação. O primeiro deles, a Olímpiada do Colégio Magno (OliMagno), ocorreu em 5 de maio. O Arqui foi representado por 13 meninas e 16 meninos e obteve 8 medalhas de ouro, 7 medalhas de prata, 10 medalhas de bronze.

No dia 9 de maio, os Maristas participaram da Olimpíada do Colégio Albert Sabin (Olisabin) com 18 alunos. Resultado: 4 medalhas de ouro, 12 de prata e 9 medalhas de bronze. “Gostaria de agradecer aos pais, pois eles levam as crianças a todos os festivais e os acompanham. São verdadeiros parceiros”, afirmou Ivonete Alarsa Maia, Coordenadora de Natação do Colégio Marista Arquidiocesano.

“Vale ressaltar que os alunos do Ampliado fazem parte do nosso planejamento e devem ser parabenizados por representar o Arqui com muita qualidade”, acrescentou Ivonete.

Adultos n’água

No dia 26 de maio, houve o 6º revezamento de 6 horas de natação, voltado para o público adulto. A adesão foi significativa: 120 participantes. As 12 equipes mergulharam na piscina do Colégio Marista Arquidiocesano, sendo elas: Arqui (equipe A B, C, D), treinamento Arqui, Colégio Magno, Colégio Madre Cabrini, Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo, Academia Flórida (equipe A e B) e um convidado especial, a equipe de treinamento do Colégio Marista de Brasília.

O revezamento tem uma particularidade, ele é solidário, realizado em parceria com a Pastoral do Colégio. Não há taxa de inscrição, a participação é feita a partir da doação de uma lata de leite ninho e um brinquedo por aluno.

Resultado do revezamento: o Colégio Magno ocupou o 1° lugar; a Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo o 2° lugar e o 3° lugar foi ocupado pelo Arqui equipe A.

“Por conta desse evento, nós proporcionamos a possibilidade do aluno conseguir superar a sua meta. Nesse tipo de revezamento, há regras determinadas, porém, há espaços democráticos de participação, por exemplo, alunos da terceira idade têm a oportunidade de desafiar-se na piscina e ampliar ainda mais o seu convívio social”, afirmou Ivonete.

O revezamento teve parceria do sacolão da Santa que doou frutas para alimentar os nadadores durante o evento, tornando-o, assim, mais saudável e agradável.