PROJETO “ARQUICULTURA”

PROJETO “ARQUICULTURA”

Natália Venâncio

01 Abril 2016 | 18h43

IMG_3504 IMG_3516 IMG_4340 IMG_4387

Um importante espaço de expressão cultural para os alunos

A escola, como um lugar de produção cultural, deve também garantir meios para as múltiplas expressões artístico-culturais e, assim, estimular momentos de reflexão e de consolidação dos laços de identidade de toda a comunidade escolar.

Proporcionar ações culturais e estimular a produção cultural dos nossos alunos são preocupações centrais do Colégio Marista Arquidiocesano. Nesse sentido, foi criado no início de 2015 o Projeto ARQUICULTURA, programa cultural destinado aos alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.

Música (Palco aberto), dança (Dança para todos), astronomia (Observando o céu de São Paulo), roda de leitura, visitas monitoradas aos museus e memoriais da cidade (Lasar Segall, Casa Modernista, Memorial da América Latina, etc.), mostra de HQ, roda de capoeira, concurso de poesia, cinema (Cinearqui), atividades circenses, ginástica olímpica, exposições temáticas na biblioteca, concurso de fotografia e festival do minuto (filme curto) são algumas das atividades didático-culturais desenvolvidas pelos professores coordenadores do ARQUICULTURA, Marcelo Pereira, Alessandro Bartel e  Ester Abdelnur.

Com os objetivos de estimular o envolvimento do corpo discente, reconhecer e valorizar os talentos artístico-literários existentes em nossa escola, todos os alunos que participam dos concursos culturais (poesia, fotografia e vídeo) recebem um certificado e os vencedores dos concursos são presenteados com um “vale cultura” para ser utilizado na compra de livros e/ou produtos culturais.

De modo geral, todas as ações culturais têm sido muito prestigiadas por nossos alunos. As exposições itinerantes, por exemplo, acompanhadas de um caderno de observação elaborado pelos professores coordenadores, são muito exploradas. Os temas das exposições são sempre conectados aos estudos de meio que ocorrem nas diferentes séries. “A Floresta no Olhar da História”, “Proteja os Mananciais”, “Ecocidadão” e “Floresta Viva”, foram algumas exposições com temática voltada às questões socioambientais. “Direito e Cidadania em Cartaz” e “Ausências – Lembrar é resistir” destacaram as questões relativas aos direitos humanos e à valorização da democracia.

Atualmente está em cartaz na Biblioteca Central do Colégio a exposição “Belle Époque – São Paulo entre a tradição e a modernidade”, um verdadeiro mergulho histórico na antiga São Paulo. Esta mostra, que se estenderá até o dia 11/04, retrata os desdobramentos desse movimento artístico-cultural europeu na capital paulista, com ênfase para as transformações urbanas, sociais, políticas e culturais ocorridas na cidade no início do século XX. Alguns dos painéis destacam a inauguração do Teatro Municipal, o Carnaval no começo do século, os primórdios da Avenida Paulista e a Revolução de 1924.

Desse modo, o ARQUICULTURA é, sobretudo, um convite permanente para que nossos alunos e professores construam um ambiente escolar por meio do qual fazer, consumir e produzir cultura sejam elementos essenciais em nossa formação como cidadãos críticos e politicamente ativos na sociedade, pois o capital cultural é algo permanente e deve ser muito valorizado.