Programa de Aprendizagem Criativa será adotado pelo Marista Arquidiocesano

Programa de Aprendizagem Criativa será adotado pelo Marista Arquidiocesano

Natália Venâncio

21 de fevereiro de 2020 | 13h54

Colégio terá novo ambiente que estimula o potencial criativo das crianças

Os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental do Colégio Marista Arquidiocesano terão aulas utilizando o Programa de Aprendizagem Criativa da Faber-Castell.

A iniciativa usa a metodologia de aprendizagem criativa desenvolvida em parceria com o pesquisador brasileiro Leo Burd, do Media Lab do Massachusets Institute of Technology (MIT) e em alinhamento pedagógico com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A aprendizagem criativa é uma metodologia ou abordagem educacional que incentiva a participação, a criatividade, a colaboração, o trabalho mão na massa e a exploração livre.  Utiliza metodologias ativas e ferramentas como storytelling, design thinking e maker propiciando que o aluno se torna ativo e tem sua curiosidade aguçada. Além disso, o programa tem como princípio a participação do professor como mediador.

Os projetos são trabalhados de modo que incentivem o desenvolvimento de uma ideia em um processo com começo, meio e fim, estimulando o pensamento a longo prazo e a noção de planejamento. Assim, a sala de aula se transforma em micromundos de aprendizagem, no qual os alunos podem explorar a criatividade e expressar suas ideias de diversas formas.

“Teremos um conjunto de estratégias conectadas à BNCC para estimular a inovação, a criatividade, a resolução de problemas e a diversão, estimulando o trabalho em pares e a colaboração”, explica a Coordenadora de Tecnologia Educacional do Marista Arquidiocesano, Cleusa de Paula Diniz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: