Palestra “Atividade física e cognição” para a melhor idade.

Palestra “Atividade física e cognição” para a melhor idade.

Natália Venâncio

01 Julho 2016 | 11h56

IMG_9134 IMG_9137 IMG_9151

A Sala Paulo Autran do Colégio Marista Arquidiocesano esteve lotada na última sexta-feira, dia 24 de junho, por conta da palestra “Exercício físico e cognição: como este pode melhorar a sua memória”, proferida pelo Prof. Dr. Marco Carlos Uchida, do Departamento de Estudos da Atividade Física Adaptada (FEF) da Unicamp. O encontro foi dirigido ao público do Arqui Equilibrium, majoritariamente da terceira idade.

O início do evento teve divulgação de dados sobre o crescimento da população idosa no mundo. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), em 2050, haverá 400 milhões de idosos com mais de 80 anos e haverá, portanto, mais idosos do que crianças.

Segundo Uchida, o envelhecimento traz reflexões importantes sobre, por exemplo, a fragilidade que acomete os mais velhos, passando pelas perdas física, de cognição, de saúde e de reserva de energia.

A maior vulnerabilidade adquirida com a idade avançada também está relacionada à atividade cerebral. Com a idade avançada, podem ocorrer atrofia cerebral e perda de neurônios, diminuição da densidade sináptica, diminuição gradual da plasticidade neural após a primeira década de vida, redução do fluxo sanguíneo do cérebro, declínio natural da memória de trabalho e da memória recente, entre outros.

A partir do conhecimento adquirido, inclusive em pós-doutorado no Japão, Uchida deu dicas de como cuidar do cérebro. “Para preservar a saúde cerebral, medidas adequadas e simples são cabíveis. Exemplos: aumentar o consumo de Ômega 3 (ácido graxo), não pular o café da manhã e praticar exercícios físicos”, declarou Uchida.

Especificamente tratando dos exercícios físicos, o convidado enfatiza a relação entre a prática de atividade física e a saúde: “A atividade física tem sido associada à redução do número de problemas físicos e mentais. Reduz a obesidade, o diabetes tipo 2, as doenças cardiovasculares, o câncer de cólon e mama, a depressão, a ansiedade, etc.”.

Na ocasião, houve o esclarecimento sobre o conceito de atividade multicomponente e da importância de praticar exercícios de resistência aeróbia, alongamento, exercícios de equilíbrio e exercícios de força e potência muscular.

Uma tarde proveitosa e repleta de conhecimento.

Sobre o palestrante

Prof. Dr. Marco Carlos Uchida é licenciado em Educação Física – Unisa, Mestre em Fisiologia Humana – ICB – USP, Doutor em Biologia Celular e Tecidual – ICB – USP, Pós-doutorado em Gerontologia pela Graduate School of Medicine Kyoto University (Japão) e Professor da Faculdade de Educação Física da Unicamp.