Marista Arquidiocesano está entre os melhores do Brasil na OBMEP

Marista Arquidiocesano está entre os melhores do Brasil na OBMEP

Natália Venâncio

09 de dezembro de 2019 | 12h03

Marista Arquidiocesano conquistou 21 premiações entre os alunos. Docente também foi reconhecido 

Dos 24 alunos do Marista Arquidiocesano que participaram da final da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), 21 foram premiados, sendo 16 com menção honrosa, além de uma medalha de ouro, uma de prata e três de bronze. A premiação foi anunciada pela organização no dia 3 de dezembro.

Henry Asakura Huang conquistou a medalha de ouro, Thiago Yukio Sikusawa, a de prata e Larissa Viana de Sousa, Henrique Akamine Matunaga e Henrique Espínola Palma foram agraciados com a de bronze.

O Arquidiocesano também foi premiado entre outras 15 escolas, devido ao alto desempenho na competição. Não foram somente os estudantes que se destacaram: o professor Sandro Yoshio Kuriyama foi considerado um dos 15 melhores do Brasil. Em São Paulo (SP), apenas cinco docentes receberam a honraria.

Histórico

Em novembro, o medalhista de ouro Henry Asakura Huang, do 7º ano do Ensino Fundamental – Anos Finais, foi um entre os três medalhistas de ouro na 43ª Olimpíada Paulista de Matemática (OPM). Henry já conquistou ouro na Olimpíada Canguru de Matemática Brasil 2019 e aguarda o resultado da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), que será divulgado em 20 de dezembro. De 07 a 12 de dezembro, ele irá representar o Brasil na Olimpíada Matemática Rioplatense (OMR), que ocorre na Argentina.

Os alunos medalhistas participam do Curso Avançado de Matemática, oferecido gratuitamente pelo colégio. O docente Sandro Yoshio Kuriyama é um dos responsáveis pelo curso, que possibilita a formação, a capacidade de se aprofundar, inventar e sonhar com a ciência da Matemática.

A OBMEP

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O público-alvo da OBMEP é composto por alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio. Em 2018, mais de 18 milhões de estudantes já participaram da competição.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: