Rotina de exercícios físicos ao longo do ano pode ajudar a passar no vestibular

Rotina de exercícios físicos ao longo do ano pode ajudar a passar no vestibular

Colégio Marista Arquidiocesano

26 de março de 2019 | 18h21

Preparador físico do Colégio Marista Arquidiocesano dá dicas sobre como os esportes melhoraram o foco e a inteligência emocional

Para fazer uma boa prova no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e no vestibular não basta somente ter conhecimento, é preciso ter a ‘cabeça no lugar’. “Como no desenho icônico do Homem Vitruviano, feito por Leonardo da Vinci, sugerimos aos alunos sempre buscarem o equilíbrio entre a saúde da mente e do corpo. Para que isto aconteça, vamos além da sala de aula”, afirma o professor, preparador físico e coordenador do Núcleo de Atividades Complementares (NAC), Mário de Oliveira. O professor explica que a escola disponibiliza uma gama variada de modalidades artísticas, culturais e esportivas nesse sentido, que ajudam a promover a integração dos estudantes e influenciam positivamente na autoestima e na concentração também para realização desses testes.

Oliveira conta que muitos dos estudantes do “Terceirão” (apelido dado para a 3ª série do Ensino Médio) encaram os vestibulares com quase a mesma dedicação que um atleta profissional de alta performance que se prepara para uma Olimpíada. O especialista destaca que já foi comprovado que as atividades físicas são capazes de estimular o cérebro e ainda contribuem para o desenvolvimento da inteligência emocional. “Quando bem controlados e organizados, os exercícios físicos estimulam a produção de hormônios que melhoram o equilíbrio do nosso sistema bioquímico. É isto que mantém a sensação de bem-estar e energia nos alunos, reduzindo o estresse que interfere no rendimento estudantil”, explica.

Diante de eventuais problemas com a queda do desempenho escolar, o coordenador do NAC aconselha aos pais e responsáveis que incentivem seus filhos a se exercitarem mais a fim de manter o equilíbrio do corpo, fundamental para uma educação transformadora. O Programa de Apoio ao Vestibulando (PAV) do Colégio Marista Arquidiocesano oferece atividades livres de natação, vôlei recreativo, judô, handebol, futsal, guitarra, teatro, coral, jazz, canto, entre outras, uma vez por semana para ajudar a lidar com esse período delicado de constante pressão psicológica. As atividades físicas extracurriculares também qualificam as competências socioemocionais fundamentais para o século 21, como o espírito de equipe, a criatividade, a amizade e os valores humanos.