Arquidiocesano promove visita surpresa na casa de alunos para celebrar início do ano letivo

Arquidiocesano promove visita surpresa na casa de alunos para celebrar início do ano letivo

Natália Venâncio

11 de fevereiro de 2021 | 09h48

Atividade promovida pelo Colégio Marista Arquidiocesano pretende fortalecer os vínculos afetivos com familiares e crianças

Com o objetivo de planejar algumas de suas atividades para o início do ano letivo e o período de adaptação da Educação Infantil de forma diferenciada, o Arquidiocesano está indo até a casa dos seus alunos.

A ação, chamada “Arqui Maristinha na sua casa”, em alusão ao nome do novo espaço destinado para a Educação Infantil do Colégio, consiste em promover o primeiro contato da professora com as crianças do Infantil 2 e 3, não na escola, mas na casa da família de cada uma.

A visita é previamente combinada com os pais e segue todos os protocolos de segurança (uso de máscara, avental, face shield, álcool gel, protetor de sapatos, materiais higienizados e embalados).

Na ocasião, a docente leva uma “caixa mágica”, um elemento pedagógico importante e presente na rotina escolar da sala de aula. Por meio da caixa e seus elementos, é dado início à construção dos vínculos afetivos, aspecto fundamental para o período de adaptação da criança ao universo escolar, que faz parte do crescimento social e emocional. A partir dessa interação, é que as professoras iniciarão o contato diário on-line e presencial.

Denise Vieira Galvão César, mãe do aluno Ivan Vieira Galvão César, do Infantil II, achou a experiência muito positiva, pois pode se aproximar mais da docente que irá ministrar aulas para seu filho. “Ele se preparou para receber a Simone (Simone Coelho do Nascimento, professora responsável pela turma) e pode mostrar um pouco do seu mundo para ela. Foi uma “marca” no coração dele, pois passou o final de semana inteiro comentando com a família sobre a visita e ficou todo feliz para ir para a escola na segunda-feira”, revela.

“Sabemos que este ano de 2020 foi desafiador para todos nós e que o momento atual tem nos mostrado o quanto a presença é importante, que vai além do ambiente escolar. Precisamos estar atentos e flexíveis às possíveis mudanças, mantendo o acolhimento familiar e cuidado ao próximo, seguindo confiantes e esperançosos por um ano melhor e mais tranquilo”, afirma a coordenadora de Educação Infantil do Marista Arquidiocesano, Márcia Sayoko Nanaka.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.