Arqui ensina a importância do fair play no esporte e na vida

Arqui ensina a importância do fair play no esporte e na vida

Natália Venâncio

12 de abril de 2022 | 16h52

Durante as aulas de Educação Física do Colégio Marista Arquidiocesano, os alunos puderam compreender a diferença entre adversário e inimigo

O que podemos aprender sobre ética e valores com a prática esportiva? Foi essa questão que as turmas do 5° ano do Ensino Fundamental –Anos Iniciais do Colégio Marista Arquidiocesano, aprofundaram nas aulas de Educação Física.

Durante as aulas, os alunos compreenderam a diferença entre adversário e inimigo. Este entendimento é parte fundamental para que o esporte aconteça de forma segura e honesta. Ao estudar sobre jogos de oposição, a turma pôde compreender que os esportes são formados de regras, que devem ser seguidas com ética e princípios e que isso é fundamental também para a vida de cada um.

“No esporte, chamamos esse sentimento de fair play, que significa, além respeitar as regras, primar pela amizade, respeitar os adversários e exaltar o espírito esportivo. O fair play não está descrito nas regras dos esportes, mas se faz presente nas regras da vida”, afirma a professora responsável pela atividade, Adriana Vieira de Lima.

Esse ponto fez os alunos, inclusive, discutirem sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia, levantando a importância do diálogo como conceito de boa conduta.

Após aprofundarem o conhecimento, as turmas produziram cartões com mensagens contra o preconceito e a favor da empatia, igualdade e solidariedade. As mensagens serão expostas em um mural para que possam ser lidas por toda a comunidade escolar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.