Arqui: Como incentivar a leitura entre as crianças?

Arqui: Como incentivar a leitura entre as crianças?

Natália Venâncio

19 de abril de 2022 | 11h06

Ler desenvolve a atenção, a capacidade de concentração, incrementa o vocabulário, melhora a memória e o raciocínio

Oportunizar o acesso aos livros na primeira infância é um convite para as experiências literárias. Mesmo antes da criança decodificar os códigos (letras e números) ela já faz a leitura das imagens e de símbolos.

“Promover o acesso dos livros às crianças, além do convite às experiências literárias, é aproximá-las do conhecimento, das informações e da própria cultura por meio da leitura”, afirma Márcia Sayoko Nanaka, coordenadora de Educação Infantil do Colégio Marista Arquidiocesano.

As primeiras experiências se dão por meio das contações de histórias promovidas pelo adulto ou pela apreciação das imagens dos livros. O adulto (família e professores) têm papel fundamental neste processo, pois são eles que promovem momentos de leitura, contação ou apreciação dos livros.

“As crianças são muito observadoras, e muitas vezes aprendem pelo olhar atento. É preciso que o adulto valorize esses momentos e dê sentido à leitura – seja de história, receita de comida, bula de remédio ou outros textos. Além de mostrar o seu propósito, é  importante despertar a vontade de aprender e a curiosidade pelo texto escrito”, explica a coordenadora.

Os passeios culturais, o hábito de frequentar bibliotecas e livrarias estimulam o lúdico e a imaginação. Por intermédio das contações de histórias e da interação, as crianças ainda  podem desenvolver habilidades cognitivas, psicológicas e sociais.

A convivência com a leitura, contações ou até narrativas pessoais possibilita à criança interagir com a literatura. Todas as formas de expressão artística que incentivam a imaginação e dão vida a personagens podem contribuir para o interesse pela leitura. Filmes,  músicas e peças de teatro inspiradas em livros, por exemplo, podem ser uma extensão para que aquele conteúdo seja inserido em casa. Depois de assistir ao filme, a criança pode se interessar pela história do livro, ou mesmo antes de ir a uma peça de teatro, conhecer os personagens pode criar uma identificação. Todas essas são formas de contribuir para a descoberta do mundo da leitura.

“A escola é o espaço ideal e propício para o processo. O incentivo a conhecer e identificar os símbolos, palavras, frases e imagens se fortalece ainda mais por meio da relação com a professora ou professor que a criança se sente segura . Através dessa observação em sala de aula e nas atividades lúdicas é que as percepções sobre cada aluno individualmente podem ser observadas”, reforça a professora Márcia.  

Confira dicas de como incentivar a leitura nos pequenos: 

  • Levá-las a livrarias ou bibliotecas;
  • Ler histórias para as crianças;
  • Presentear as crianças com bons livros;
  • Manusear livros de banho (bebês);
  • Oportunizar o acesso aos livros em casa (deixar os livros as mãos);
  • Em casa propiciar (se possível) um cantinho de leitura.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.