Araquém Alcântara faz palestra exclusiva sobre sua carreira para estudantes em São Paulo

Araquém Alcântara faz palestra exclusiva sobre sua carreira para estudantes em São Paulo

Colégio Marista Arquidiocesano

06 de maio de 2019 | 15h00

Fotógrafo pioneiro em retratar a natureza no Brasil falará sobre suas produções e responderá perguntas a respeito da fotografia documental

Nesta quarta-feira (8), às 11h, fotógrafo Araquém Alcântara, pioneiro em retratar a natureza no Brasil e considerado hoje um dos mais importantes fotógrafos da atualidade, ministrará uma palestra especial para os alunos do Colégio Marista Arquidiocesano. Realizado em parceria com coordenação pedagógica e o departamento de marketing da escola, o evento conta com um bate-papo especial sobre quase meio século de ofício com os estudantes.

Os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental – Anos Finais foram preparados para recepcionar o artista com a produção de diferentes registros fotográficos das localidades no entorno do colégio. “A fotografia foi o objeto de estudo dos estudantes do Arqui no Projeto de Intervenção Científico Social (PICS) e trabalhamos essa forma de expressão em sinergia com o tema da Campanha da Fraternidade deste ano (Políticas Públicas)”, explica a professora de Artes, Rebeca Melo. “A obra de Araquém tem notoriedade internacional e serviu como fonte de inspiração para esses novos fotógrafos, mostrando o olhar sensível e investigativo dos jovens”, ela completa.

Alcântara sempre priorizou sua fotografia como expressão plástica e instrumento de transformação social. Ele também é considerado por muitos um dos mais combativos artistas em defesa do patrimônio ambiental do país. Já atuou diversas vezes na linha de frente contra o desmatamento ilegal da Amazônia, retratando em suas fotos, todos os horrores da destruição deste complexo e essencial bioma. Nesta palestra exclusiva no Salão Nobre do Marista Arquidiocesano ele também destaca a importância da conservação da biodiversidade brasileira. “A fotografia é um instrumento de conhecimento. Me orgulho de ter ido a cada canto desse Brasil fotografando a natureza e as pessoas. Quero aguçar a percepção dos alunos, ampliar a sua visão do mundo, desmontar o olhar organizado”, diz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: