Alunos do Arqui ficam em 5° lugar no Desafio da Fórmula 1, competição científica nacional e internacional

Alunos do Arqui ficam em 5° lugar no Desafio da Fórmula 1, competição científica nacional e internacional

Paulo Adolfo

05 Junho 2017 | 18h23

No dia 4 de junho (domingo), a escuderia de F1 do Colégio Marista Arquidiocesano participou da etapa nacional do Desafio Fórmula 1, competição multidisciplinar global que desafia os estudantes a projetarem, construírem e competirem com modelos de carro baseados nos carros da F1, manufaturados em um bloco polímero e movidos a gás CO2.

A equipe dos Maristas, intitulada #VeloRacing, ganhou 1° lugar na categoria “Melhor portfólio e estande” e foi indicada para as categorias “Melhor Marketing”, “Melhor Engenharia” e “Melhor projeto de Ação Social”.

“A competição consiste em vários prêmios e o Arqui ganhou um deles, o de ‘melhor estande e portfólio’, que contempla justamente toda a parte de pesquisa que foi desenvolvida durante o projeto. Na grade da competição total, ficamos em 5° lugar, uma excelente posição. Os três primeiros colocados terão a oportunidade de ir para Dubai disputar a Final Mundial”, afirmou professor de Física, Henrique Giannini, um dos responsáveis pelo projeto. O professor Fábio Pereira Moraes também foi responsável por auxiliar os alunos para a competição.

Sobre o projeto

Para o Desafio da Fórmula 1, são utilizados conhecimentos sobre física, aerodinâmica, projeto, fabricação, branding, gráficos, liderança, trabalho em equipe, habilidades de mídia, patrocínios, marketing e estratégia financeira.

Os alunos são incentivados a usar ferramentas de software de design de ponta, além das últimas novidades em tecnologia de fabricação. Sugere-se também o uso de ferramentas para a gestão dos projetos para comunicação e aferição da evolução dos mesmos.

O Projeto aconteceu de setembro de 2016 a abril de 2017, alinhando o calendário global da F1 ao calendário escolar.