Abertura do Festival Champagnat

Abertura do Festival Champagnat

Paulo Adolfo

28 Junho 2017 | 17h52

O Colégio Marista Arquidiocesano de São Paulo realizou, nesta segunda-feira, a abertura oficial do Festival Champagnat, momento em que todas as turmas apresentaram seus mascotes e as bandeiras que foram confeccionadas em consonância com a temática do Festival.

Nessa saudável competição, cuja tônica é o cuidado, o respeito e, acima de tudo, a solidariedade, teve apresentação circense, apresentação de dança, exposição das bandeiras pintadas pelos alunos com o tema de cada classe, como, por exemplo, “Todos nós podemos ser o escudo do planeta” / “Pense no meio ambiente, recicle sua mente”, entre outras. Um dos momentos mais emocionantes refere-se ao desfile dos meninos e meninas da 3ª série do Ensino Médio, que abrilhantaram ainda mais a abertura com performances temáticas. No momento de acender a pira olímpica, famílias Maristas (alunos e pais) marcaram a presença e fizeram bonito aos alunos esportistas de nossa escola.

Claro que nas aberturas nos dois períodos (manhã e tarde) não pôde faltar o clássico “Brilha Champagnat”, entoado pelos alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio. “O Festival Champagnat é o modo que as escolas Maristas comemoram e celebram o nosso fundador, Marcelino Champagnat, que sempre quis ver crianças educadas, crianças que respeitam os colegas, os pais, os profissionais da escola, respeitam a todos. E é esse o espírito que também queremos aqui nessa semana. Praticaremos ainda mais esportes, já fizemos a nossa solidariedade, praticamos atividades artísticas, esportivas, enfim, tudo aquilo que Marcelino Champagnat sempre quis que suas escolas e seus alunos praticassem”, afirmou Valentin Fernandes, Diretor Geral do Colégio Marista Arquidiocesano.

Dia 24 de junho, dia da solidariedade

No sábado, as 30 organizações sociais parceiras do Marista Arquidiocesano participaram do Dia da Solidariedade. Uma manhã repleta de alegria em que alunos e educadores Maristas se mobilizaram na separação e na organização das doações, bem como tiveram a oportunidade de conhecer as instituições que são contempladas com os alimentos arrecadados durante o festival, momento mais que especial. Após a benção dos alimentos, conduzida pelo padre Lisboa, todos juntos, como irmãos, ajudaram a levar os alimentos para os veículos das instituições.