Responsabilidade social também se aprende na escola

Responsabilidade social também se aprende na escola

Colégio FAAP

10 de dezembro de 2021 | 15h21

Os Colégios FAAP de São Paulo e de Ribeirão Preto participaram de uma Gincana Beneficente organizada pelo FAAP Responsabilidade Social, com o objetivo de aproximar as unidades, retomar as atividades agregadoras e, acima de tudo, manter e incrementar ações de cunho social.

Prof. Henrique durante visita à comunidade (Foto: Rafayane Carvalho)

Para não comprometer o calendário escolar, já conturbado pela pandemia, as atividades esportivas e recreativas foram concentradas, mas mantiveram um surpreendente índice de adesão. O afastamento social se revelou, em toda a sua crueza, na alegria do reencontro de nossos alunos num espaço lúdico e “desinfetado” do universo digital, mais nocivo do que se supunha.

Num primeiro momento, no nosso Colégio de São Paulo, os alunos receberam as lideranças da Comunidade de Heliópolisobjetivo da campanha de arrecadação de alimentos e que foi uma das provas da gincana.

A apresentação da Comunidade de Heliópolis e suas características pelas lideranças da mesma revelou um universo paralelo contundente, mas muito real aos nossos alunos: perto de duzentos mil habitantes concentrados em uma área que se verticaliza com precariedade; ações comunitárias buscando minimizar a miséria endêmica agudizada pelas cruéis consequências da pandemia; as heroicas ações voluntárias e da própria comunidade para a conquista de condições minimamente humanas de vida foram parte do cenário apresentado.

Entremeada às competições, a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis atingiu, no seu pouco tempo de duração, perto de duas toneladas, prova inconteste de que a “mensagem” fora assimilada e o desafio incorporado. É necessário lembrar que, desde a criação do Colégio FAAP, anualmente, promovemos campanhas assistenciais com adesão maciça de nossos alunos e com completa consciência e sensibilidade de seus objetivos finais e que culminaram com ações concretas de visita e eventos em creches, asilos e outras entidades beneficentes.

Ao encerramento da Gincana, um grupo de alunos acompanhado pela nossa equipe levou as doações à Comunidade de Heliópolis numa visita que, para a maioria, representou a transposição consciente do limite antropológico entre a abundância e a carência.

Após nosso time descarregar a volumosa e pesada doação num gesto espontâneo de demonstração de entrega, fomos guiados para uma visita às instalações da administração comunitária e pudemos “pisar o solo comunitário”, passeando pela estreiteza agigantada de uma pobreza lutando pela dignidade.

Olhares atentos em meio ao silêncio de tristes surpresas que foi quebrado por uma frase lapidar e tradutora do sucesso da ação: “nos parecia uma grande ajuda, mas não é nada…”, quebrou o silêncio uma das meninas.

Foram ações permitidas pelo Colégio, ou seja, alavancadas por uma responsabilidade social latente que necessita, tão somente, de canais de expansão!

 

Professor Henrique Vailati Neto é diretor do Colégio FAAP – SP. Formado em História e Pedagogia, com mestrado em Administração. É professor universitário nas disciplinas de Sociologia e Ciência Política. Tem quatro filhos e quatro netos.

 

Troque ideia com o professor: col.diretoria@faap.br

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.