Para discutir cidadania e sustentabilidade, Colégio FAAP reúne professores de quatro áreas em aulas interdisciplinares

Para discutir cidadania e sustentabilidade, Colégio FAAP reúne professores de quatro áreas em aulas interdisciplinares

Colégio FAAP

04 de outubro de 2019 | 17h47

Além de ajudar o aluno na escolha de sua profissão, os Projetos Especiais desenvolvidos pelo Colégio FAAP, em parceria com os professores da graduação, representam uma oportunidade para que os docentes também conheçam o perfil dos alunos de ensino médio. “É uma possibilidade de entender mais sobre a visão de mundo desses jovens e explorar diferentes dinâmicas em sala de aula”, disse a professora Karina Bousso, que participa da iniciativa.

Karina é doutoranda em Comunicação e Semiótica e professora da área de Comunicação e Marketing da FAAP. No Colégio, ao lado de mais três professores de áreas distintas, ministra o curso Cidadania, Sustentabilidade e Aspectos Socioambientais, com o objetivo de oferecer aos alunos uma conscientização sobre sustentabilidade e um olhar sobre como as práticas do dia a dia impactam o meio ambiente.

Profª Karina: “Esses projetos são uma ótima oportunidade para os alunos terem contato com profissionais de diferentes áreas no mercado de trabalho” (foto: Rafayane Carvalho/ FAAP)

“Os alunos estão explorando conteúdos nas áreas do direito, arquitetura, marketing e design. Desta forma, possibilitamos um olhar mais amplo sobre o tema, oferecendo uma dinâmica interdisciplinar, com quatro professores – um de cada área – ministrando o mesmo tema com perspectivas diferentes”, explica.

Os conteúdos estão sendo oferecidos de forma expositiva, com a utilização de textos, vídeos e diversas atividades, inclusive práticas. A ideia é que os participantes também entendam o mercado de trabalho de cada profissão, representada pelos quatro professores.

“Esses projetos são uma ótima oportunidade para os alunos terem contato com profissionais de diferentes áreas no mercado de trabalho, com assuntos relevantes e a forma em que eles perpassam por todas as áreas de conhecimento”, acrescenta a professora.

Para ela, discutir sobre cidadania, sustentabilidade e aspectos socioambientais é extremamente atual e importante porque os alunos, muitas vezes, não compreendem como os problemas se conectam.

“Vivemos um momento em que questões socioambientais são levadas em consideração para tomada de decisão quando pensamos em novos produtos e serviços que são oferecidos no mercado. Neste sentido, também sob o ponto de vista da arquitetura e urbanismo, para elaboração de um projeto no entorno de uma área verde, por exemplo, é preciso refletir e levar em conta a escolha de recursos, os potenciais impactos socioambientais que serão causados, a maneira como a ideia será apresentada para o mercado e as limitações que a lei impõe ao determinado tipo de obra”, finaliza.

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: