Inovar sem aventuras: o desafio crucial da educação.

Colégio FAAP

31 de janeiro de 2020 | 15h08

A educação defasada é a pá de cal em qualquer projeto nacional!

Verdade indiscutível, princípio mais vital de políticas públicas responsáveis e progressistas.

No entanto, não podemos confundir modernização com ações comerciais e aventureiras que continuam a comprometer a seriedade educacional. Na disputa de um lucrativo, mas cada vez mais concorrido mercado, temos assistido, com muito pesar, ações tipicamente mercadológicas travestidas de inovações. Até há pouco tempo, a “parafernália tecnológica” era a moldura que tentava camuflar a mesmice escolar. Ultimamente, “pirotecnias didáticas”, quase sempre descontextualizadas da realidade do aluno e de efeitos posteriores desastrosos, têm maquiado “escolas renovadas” que vendem um futuro incerto.

No sentido de proporcionar aos nossos alunos uma educação voltada às suas realidades e anseios e, responsavelmente inovadora, o Colégio FAAP se pauta por um processo contínuo de atualização pedagógica baseado em alguns pilares programáticos:

  • Pesquisas sistemáticas sobre o universo total do perfil de nossos alunos que, analisadas e referendadas por abordagens qualitativas, norteiam as mudanças mais estruturais: mapeado o universo de interesse de nossa comunidade, podemos plasmar mudanças pedagógicas adequadas a ela.
  • Pesquisas junto às coordenações dos nossos cursos superiores, no sentido de detectar as carências apresentadas pelos ingressantes nos cursos superiores e, por conseguinte, trabalhá-las no Colégio.
  • Pesquisas sobre as macrotendências do mercado nas áreas de concentração de interesse de nossos alunos: nesta tarefa, o Programa de Orientação Vocacional Permanente busca apoiar nossos alunos no sentido de, a partir do autoconhecimento, neutralizar modismos, muitas vezes, responsáveis por decisões inconsequentes e, sobretudo, mapear as habilidades demandadas e incorporá-las ao Projeto Pedagógico.

Com a atenção constantemente centrada nas varáveis acima apontadas, o Colégio FAAP busca instrumentos didáticos e estratégias pedagógicas adequadas ao protagonismo de seus alunos no processo de aprendizagem.

Professor Henrique Vailati Neto é diretor do Colégio FAAP – SP. Formado em História e Pedagogia, com mestrado em Administração. É professor universitário nas disciplinas de Sociologia e Ciência Política. Tem quatro filhos e quatro netos.

Troque ideia com o professor: col.diretoria@faap.br

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: