Alunos do Colégio FAAP aprendem conceitos jurídicos em aulas especiais desenvolvidas por professores de ensino superior

Alunos do Colégio FAAP aprendem conceitos jurídicos em aulas especiais desenvolvidas por professores de ensino superior

Colégio FAAP

23 de setembro de 2019 | 09h05

Temas como os direitos e deveres do cidadão são abordados pela professora Mayara Longuini com os alunos que participam de sua aula no Colégio FAAP. O objetivo da disciplina é apresentar noções de Direito de forma didática e com linguagem simples, para que o estudante possa refletir sobre o que é o Direito, além de entender como o Estado regula as relações sociais.

A professora Mayara é doutora em Direito e professora do curso de Direito da graduação da FAAP e, ao lado de outros membros do corpo docente, participa dos Projetos Especiais criados há 10 anos pelo Colégio como forma de iniciar os alunos no ensino superior, a partir de programas de curta duração, complementando o currículo escolar obrigatório.

“Essa iniciativa é muito interessante, principalmente porque esses alunos vivem uma fase peculiar da vida, por conta da idade, das escolhas que precisam fazer e de incertezas que experimentam diante do futuro profissional”, diz a professora. Ela acrescenta que ensinar conceitos jurídicos e apresentar esses temas que envolvem o dia-a-dia deles e da família, e outros que estão nos jornais e noticiários, é de grande valia para a formação do pensamento crítico.

Profª Mayara: “Ensinar conceitos jurídicos é de grande valia para a formação do pensamento crítico dos alunos”. (Foto: Fernando Silveira / FAAP)

Nos Projetos Especiais, os professores da Faculdade podem propor a temática, mas também há demandas do Colégio. Na escolha, a professora Mayara levou em consideração que os estudantes precisavam ter uma noção diferente do curso de Direito. “Muitas vezes os alunos que se interessam pelas atividades ou carreiras jurídicas têm uma visão muito restrita às áreas clássicas. Outro ponto é que os jovens até sabem que possuem direitos e liberdades individuais, mas muitas vezes desconhecem seus deveres enquanto cidadãos”, explica.

Além de compreender que os cidadãos são detentores de direitos, mas também deveres, os alunos que escolheram essa atividade extracurricular também discutirão, em quatro encontros semanais, temas pertinentes às relações jurídicas contemporâneas, como proteção e defesa do meio ambiente; direitos básicos do consumidor; relações e contrastes entre publicidade abusiva; privacidade de dados e práticas do marketing digital.

As aulas são expositivas, com muita participação dos alunos, além de leitura de textos e exibição de vídeos e exercícios para fixação do conteúdo. Dinâmicas que colocam o aluno como protagonista da sua aprendizagem também poderão ser utilizadas, como as técnicas do think-pair-share, estratégia de ensino colaborativa, e role play, jogo de papeis.

Além das aulas de Direito, os alunos terão ainda neste semestre cursos sobre introdução à moda, marketing digital, desenho de moda, fotografia, marketing pessoal, sustentabilidade e aspectos ambientais e gastronomia.

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: