Orientações de estudos no currículo da 1ª Série

Colégio Equipe

12 Maio 2015 | 10h46

orientacoes_de_estudo_de_matematica_no_curriculo_da_1_serie_001

Na 1ª série do Ensino Médio, orientação de estudos é diretriz.

No Colégio Equipe, diretrizes são os eixos condutores do trabalho em cada série, ao longo de todo o ano. A articulação entre diretrizes das séries leva a que os objetivos gerais do colégio possam ser atingidos. Na 1ª série do Ensino Médio, orientação de estudos e posturas e habilidades necessárias ao trabalho são ênfases das diretrizes.

Como orientar estudos?

Dizer como se espera que um aluno estude é um caminho funcional para alguns. Para outros alunos, observar o modo que alguém realiza algo pode contribuir com o aprimoramento de seu modo de fazer; outros se beneficiarão da possibilidade de serem acompanhados em seu fazer; outros ainda só se sentirão orientados e ganharão com práticas diferentes da sua no momento de estudo se o que for feito ocorrer em conjunto. Ao longo da 1ª série, há situações de ensino-aprendizagem previstas para abarcar todas essas possibilidades.

orientacoes_de_estudo_de_matematica_no_curriculo_da_1_serie_002

Quem são os educadores legitimados a orientar estudos?

Além dos professores em seus cursos, que buscam ensinar como podem ser realizadas leituras, anotações, estruturas para a resolução de problemas; utilizadas fontes de consulta; organizado material e até o tempo; outros alunos podem também ser referências para o esclarecimento de dúvidas, para o modo de registro, para a resolução de questões. Muitas vezes, a abordagem de um colega atinge o outro de forma que o professor demoraria a conseguir ou nem o faria, não por não estar habilitado a isso, mas por fatores como: vocabulário utilizado, apresentação de raciocínio amplo e aprofundado, distanciamento de algumas possíveis dúvidas e até do próprio aluno (na visão dele), por maior que seja a experiência, a competência e o acolhimento do professor.

Diversificar os interlocutores de um aluno em seu processo de aprendizado pode favorecer a compreensão de conteúdos e ampliar perspectivas do como lidar com objetos de conhecimento.

No Colégio Equipe, a participação de alunos junto a seus colegas no processo ensino-aprendizagem é considerada na verticalidade do currículo.

No desenvolvimento de orientações de estudos na 1ª série, alunos de 2ª e 3ª são incluídos nas atividades programadas. Eles passam por processo de preparação para assumirem a função de monitores, com estudo prévio retomando os conteúdos a serem abordados, com o recebimento de informações sobre os alunos com os quais atuarão, e com discussões sobre formas de conduzirem a orientação dos estudos dos monitorados. Essa preparação inclui também o conhecimento da estrutura de um relatório a ser elaborado sobre cada aluno, para direcionar a observação do monitor para conhecimentos prévios e modo de estudo de cada um

 

orientacoes_de_estudo_de_matematica_no_curriculo_da_1_serie_003

Quais os objetivos de orientar estudos em matemática com monitores de outras séries do Ensino Médio?

As propostas de orientações de estudos em matemática, conjuntas com a situação de monitoria visam a:

a) orientar formas de estudo para a 1ª série;

b) ampliar a socialização dos alunos na 1ª série e com a 3ª e 2ª séries;

c) favorecer o trabalho individual e coletivo da 1ª série durante o ano, especialmente nas disciplinas de Matemática e Física;

d) ampliar situações para a realização de diretrizes da 3ª série;

e) manter a possibilidade de retomada de conteúdos da matemática, independente da série em curso, pelo trabalho como monitor, ao longo do Ensino Médio.

Como se organizam as atividades de Orientação de Estudos de Matemática?

Atualmente, as Orientações de Estudos de Matemática formalmente desenvolvidas com a 1ª série acontecem em dois momentos:

  • Orientação de Estudos de Matemática – Revisão de conteúdos do Ensino Fundamental II – monitoria da 3ª série;
  • Orientação de Estudos de Matemática e Física – Estudo das Funções – monitoria da 2ª série.

Em ambas, os monitores trabalham individualmente ou em duplas, com grupos de 4 a 5 alunos da 1ª série, montados buscando que cada um tenha proporcionalmente representados: alunos de todas as classes, meninos e meninas, diferentes escolas de origem (dada a grande entrada de alunos novos no colégio nesse ciclo) e alunos que até o momento mostraram habilidades e conhecimentos prévios na disciplina diferentes entre si.

A possibilidade de montagem de duplas para o trabalho de monitoria é fundamental para garantir que alunos de 2ª e 3ª séries ainda com fragilidades no aprendizado dos conteúdos a serem estudados na atividade possam atuar junto a outros que os dominem e tenham oportunidade de retomada desse conhecimento.

Após cada Orientação, os monitores corrigem os exercícios dos alunos, preparam os relatórios individuais e respondem a questões de avaliação sobre seu trabalho como monitor (desde a preparação até a formulação dos relatórios) e sobre a atividade como um todo.

orientacoes_de_estudo_de_matematica_no_curriculo_da_1_serie_004

Como os alunos avaliam as orientações de estudos?

Exercícios corrigidos e relatórios de avaliação são remetidos à orientação educacional e pedagógica e à professora de matemática. As correções são revistas pela professora e os relatórios são analisados por ambas.

Cada uma das Orientações de Estudo tem seu fechamento formal em sala de aula, com alunos da 1ª série acompanhados pela professora e pela orientadora. Neste contexto, os exercícios são devolvidos e discutidos; os relatórios individuais são apresentados aos respectivos alunos, que conferem se há aspectos com os quais não concordam. É solicitado pelas educadoras que alunos partilhem com a classe observações registradas pelos monitores, de forma a valorizar este outro olhar sobre o trabalho do aluno.

Ainda nesse momento, são apresentados aspectos da avaliação dos monitores sobre seu trabalho e sobre a atividade, que é avaliada também com a turma.

orientacoes_de_estudo_de_matematica_no_curriculo_da_1_serie_005

Excertos de avaliações da atividade e de avaliações do trabalho realizado como monitor

“Foi muito bom monitorar. Encarei tanto as minhas dificuldades como as dos outros, de forma madura, diferente do ano passado, quando fui monitorada.”

“A proposta é muito útil, pois os alunos interagem e aprendem de outras formas. Também é bom, pois nós, monitores, temos uma ideia de como é estar no lugar do professor, o que melhora nossa relação com os mesmos.”

“Muito bom termos que trabalhar com exercícios que abrangem duas disciplinas – matemática e física.”

“É muito bom quando um monitorando explica um exercício no grupo. Os alunos sempre ensinam algo também para os monitores.”

“Os alunos da 1ª série têm mais chance de conhecer colegas de outra série e tirar dúvidas. E é sempre bom retomar conteúdos aprendidos no ano anterior. É uma experiência que ensina muito.”

 

 

Graça Maria Marino Totaro
Orientadora Educacional e Pedagógica da 1ª e 2ª séries