Monitoria – Alunos ensinando alunos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Monitoria – Alunos ensinando alunos

Colégio Dante Alighieri

20 Dezembro 2016 | 12h17

Por Isadora Castro e Matheus Nogueira

Olá! Lembra-se de nós, da oficina Dante em Foco? Esperamos que sim! Hoje vamos falar mais um pouco sobre as iniciativas do Colégio Dante Alighieri fora do horário de aula.

Uma dessas iniciativas é a chamada “Monitoria”, que, iniciada em 2014, consiste em estudos realizados em grupo por alunos a partir do 8° ano do Ensino Fundamental, com a supervisão de um monitor. Para ser monitor, o aluno deve se destacar em determinado componente curricular e ser indicado por um professor. Assim, é formado um grupo de estudos com cerca de cinco alunos por monitor, que fazem listas de exercícios e retomam o conteúdo dado nas últimas aulas, sempre sob a orientação do monitor.

E qual é a história por trás do programa?

“A Monitoria surgiu de uma necessidade de garantir a regularidade do estudo do aluno”, diz Thatiana Segundo, orientadora educacional e criadora do projeto. Em 2014, havia cerca de dez turmas, todas focadas em matemática – um dos componentes curriculares em que os alunos tinham maior dificuldade.

Estudantes se unem para aprender em grupo. | Foto: Acervo Colégio Dante Alighieri

Estudantes se unem para aprender em grupo. Foto: Acervo Colégio Dante Alighieri

Segundo Thatiana, houve uma melhora significativa nas notas dos alunos que participaram da Monitoria, porém os benefícios não param por aí. “Tem o currículo oculto que desenvolve as habilidades socioemocionais”, declara, “e, além disso, ajuda o aluno a desenvolver o projeto de vida”. A orientadora educacional revela ainda que alguns desses resultados superaram suas expectativas e lista as habilidades que mais foram trabalhadas: colaboração, empatia, antecipação e planejamento, participação, decisão e resolução de problemas, comunicação e trabalho em equipe.

É válido também conhecer o relato de dois alunos que atuaram como monitores, Nicholas Saller e Felipe Malzoni, ambos do 1°  ano do Ensino Médio.

“As aulas eram preparadas pelos professores, que nos davam o material de estudo com a matéria da semana”, diz Nicholas. “Eu aprendi muito mais ensinando a outros alunos, pois isso me ajudou a lembrar mais da matéria dada em classe”, conta Felipe. Os meninos também falam que faziam a monitoria porque gostavam de ajudar outros alunos e se sentiam ajudados, além da sensação de fazer, com o ensino, o papel de um professor.

A orientadora Thatiana Segundo com alguns dos alunos monitores. Foto: acervo Colégio Dante Alighieri

A orientadora Thatiana Segundo com alguns dos alunos monitores. Foto: acervo Colégio Dante Alighieri

Mas a ideia de alunos aprendendo com alunos não para por aí. No Ensino Médio, o projeto segue, mas muda um pouquinho: passa a ser um processo de “Tutoria”. A Tutoria é um dos projetos do Coletivo Estudantil, um espaço de atuação dos estudantes. O objetivo é auxiliar os alunos a desenvolver estratégias pessoais de estudo por meio de grupos colaborativos. “Na Monitoria, a escolha do monitor e a orientação do que fazer estão sob a responsabilidade do professor. Na Tutoria, os coordenadores do projeto (estudantes) escolhem os monitores a partir de critérios acadêmicos. Esses monitores fazem grupos de estudo com outros estudantes que querem aprender outras formas de estudar”, explica a orientadora educacional Claudia Meletti.

Alunos apresentam o projeto de Tutoria no ICLOC 2016. Foto: Acervo Colégio Dante Alighieri

Alunos apresentam o projeto de Tutoria no ICLOC 2016. Foto: Acervo Colégio Dante Alighieri

Cada componente curricular tem entre dois e quatro tutores, e cada um dos tutores é responsável por um número máximo de dez alunos, muito embora, excepcionalmente, esse número possa crescer um pouco a depender da disponibilidade de tutores. O tutor se compromete a ficar durante uma hora por semana, no período da tarde, com seus tutorados. A orientadora educacional Claudia Meletti comentou o processo: “Os tutores aprendem ensinando e se dedicam muito para ajudar os colegas a superar suas dificuldades, e os estudantes que participam do grupo, por sua vez, aprendem com seus pares de forma motivadora e em uma linguagem que os aproxima.”

Em 2015, formaram-se 86 turmas de Monitoria dos 8° e 9° anos, de todas as disciplinas. No projeto de Tutoria, o número de grupos e tutores variou de acordo com o interesse dos estudantes e com o cronograma escolar. Os grupos da 2ª série do Ensino Médio foram os mais atuantes. Em 2017, os programas retornarão. Fique focado!