“Ensinar é acima de tudo um ato de amor”

“Ensinar é acima de tudo um ato de amor”

Colégio Anglo 21

14 Outubro 2016 | 14h42

* Por Harley Sato

Dia do professor

Temos sempre a satisfação de afirmar que nossos professores são os principais integrantes deste time forte, unido, que se empenha diariamente para dar o melhor aos nossos alunos e, por meio deles, à educação brasileira.

Todos sabemos que ser professor é gratificante. Temos consciência do importante papel que exercemos na sociedade de hoje, em favor da que queremos e podemos construir. Mas sabemos também que não é fácil. Cansa, dá trabalho. Planejar aulas diferentes e atrativas, deixar claras as expectativas de aprendizagem, saber a rota a seguir, preparar práticas, avaliar a aprendizagem, modificar as práticas em função do saber de cada um, preparar e corrigir as lições de casa… o que nos reconforta, além do carinho que temos por esse ente que se chama “aluno”, é ser elo de ligação entre ele e o saber. Isso sim faz todo o esforço valer a pena!

No Anglo 21 buscamos criar condições para o desenvolvimento acadêmico, pessoal e social dos nossos alunos, a fim de potencializar, sempre, as suas capacidades. Trabalhamos para que eles se relacionem criticamente com o mundo de hoje e do futuro. Temos de ensinar-lhes Física, Química, Biologia, História, sim, e também a serem críticos, solidários, resilientes, éticos, para interagirem com seu tempo de forma íntegra e construtiva.

Ser professor no século XXI é conjugar o tempo todo os verbos ensinar e educar. E o que vemos em nossa escola são nossos professores fazendo esse trabalho com muita competência, motivação e, como dizia o professor Simão Faiguenboim (um dos fundadores do grupo Anglo), muito amor. Esse é o professor do Anglo 21.

“Ensinar é acima de tudo um ato de amor” – Simão Faiguenboim

*Harley Sato é diretor pedagógico do Colégio Anglo 21 e autor dos materiais do Sistema Anglo de Ensino

 

Mais conteúdo sobre:

Anglo21Dia do professor