Retorno às aulas presenciais: como fica o ensino pós-pandemia?

Cambridge Assessment English

24 de agosto de 2021 | 09h50

Desde o ano passado, quando a pandemia da Covid-19 forçou as pessoas a ficarem em casa, o ensino tem passado por fases conforme as restrições de isolamento e quarentena ficam mais restritas ou mais leves.

Segundo uma cartilha do Ministério da Saúde, de acordo com estudos conduzidos durante a pandemia, a doença é menos prevalente no ambiente escolar. Muitas vezes os contaminados permanecem assintomáticos e quando há sintomas, são leves. Além disso, as evidências apontaram que a evolução da pandemia não está relacionada às escolas e seu funcionamento.

Como o corpo docente das escolas foi priorizado na vacinação ao redor do país, os professores já estão mais vacinados e com os achados que tornam as escolas ambientes menos propícios ao desenvolvimento da doença, as escolas foram liberadas para retomar suas atividades presenciais agora no segundo semestre.

Para que a retomada das aulas seja feita de maneira segura para todos: alunos, pais e professores, algumas medidas de segurança terão que ser tomadas. Então, o ideal é que as escolas que irão retomar as atividades de forma presencial façam um escalonamento com os horários de entrada e saída dos estudantes e horários de intervalos entre as turmas, de maneira que limitem o contato entre turmas. Caso precisem de mais informações, vocês podem encontrar aqui!

E as mudanças nas atividades escolares impactam diretamente nas aulas, nos planos e métodos de ensino. Pensando nisso, falamos um pouco sobre como fica a educação no mundo pós-pandemia.

Como fica o ensino no pós-pandemia?

Outro ponto importante a ser levado em conta é esse: como fica o ensino no pós-pandemia? O que se pode levar desse período de volta para a sala de aula? A grande aposta para a educação nesse momento é a continuidade do uso das tecnologias disponíveis. Essas ferramentas proporcionam importantes benefícios e permitem que os alunos tenham mais autonomia na hora do estudo. 

Outra possibilidade que tornou-se possível é a modalidade híbrida para as escolas, que envolve aulas presenciais e atividades remotas. Principalmente se, por exemplo, a sala completa não puder comparecer para evitar aglomeração, alguns alunos acompanham a aula presencialmente e outros por meio das ferramentas digitais.

Nesse caso, os novos planos de aulas ficam mais próximos da realidade, de maneira na qual as pessoas que foram à aula presencial e aquelas que ficaram em casa não sejam desfalcadas em termos de conteúdos e avaliações.

As avaliações foram uma importante questão para os professores, porque mesmo agora com a reabertura, ferramentas tecnológicas para aplicação de atividades e provas serão aplicadas para os alunos. Todas essas mudanças e evolução tecnológica, como já citamos anteriormente, acabam oferecendo aos alunos uma grande autonomia para o aprendizado.

Cambridge English, por exemplo, criou uma área em seu site para ajudar os professores a se adaptarem às medidas restritivas e também ao retorno para a sala de aula, com dicas de formas criativas de engajar a turma  e até mesmo como apoiar emocionalmente os alunos nesse período incerto. Confira aqui todas as dicas. 

Cambridge Pathfinder: descubra novos aspectos de ensino!

Para auxiliar os professores que estão retornando ao posto presencial com tudo e ajudar com a adaptação desses profissionais com o mundo pós-pandêmico, Cambridge criou a Cambridge Pathfinder, uma campanha que visa oferecer suporte aos professores de inglês de nossos centros preparatórios por meio de webinars, conselhos de desenvolvimento profissional e muito mais informações para ajudar a ensinar ainda melhor.

Conheça a Cambridge Pathfinder, mais uma ferramenta que disponibilizamos exclusivamente para nossos centros preparatórios. Se ainda não é um centro preparatório de Cambridge English, acesse nosso site e confira todas as vantagens que as instituições possuem e todas as ferramentas que disponibilizamos.

Com a pandemia, os professores tiveram que se adaptar rapidamente a um cenário nunca visto antes na história da nossa sociedade e isso trouxe impactos na educação que irão reverberar para além do período de isolamento social. Por isso, a retomada das aulas presenciais deve trazer novos modelos de aulas e novidades na educação em geral.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.