Como auxiliar as crianças no aprendizado de inglês sem dominar o idioma?

Cambridge Assessment English

14 de fevereiro de 2022 | 10h51

A importância de aprender inglês na infância fica cada vez maior, pois cada vez mais a globalização e a tecnologia estão estreitando fronteiras e aproximando diferentes culturas. Pensando nisso, fica claro o motivo pelo qual é essencial ter conhecimento sobre o idioma mais falado do mundo.

Durante a pandemia, observamos a importante movimentação no mercado de trabalho e muitas empresas de fora do país estão buscando profissionais brasileiros para trabalhar remotamente. E, com isso, temos mais uma razão para realizar esse investimento de educação para as gerações futuras.

E, quanto antes, melhor! Isto porque crianças mais novas ainda estão aprendendo a primeira e a segunda línguas ao mesmo tempo. Portanto, ao oferecer suporte nos dois idiomas, eles desenvolvem uma base sólida no primeiro e terão mais facilidade em desenvolver conhecimento no segundo.

Claro que há outros diversos fatores que influenciam no processo de aprendizagem, desde a idade até mesmo os professores e o método didático escolhido para o ensino. Mas, receber incentivo dentro de casa, com certeza é sempre fundamental para as crianças. Por isso, os pais e responsáveis podem ajudar e muito!

Envolvimento no aprendizado

Não é toda criança que terá uma facilidade natural com os idiomas. Há algumas que vão ter mais dificuldade e isso pode afetar a motivação delas em relação ao estudo. Além disso, até mesmo as que têm vontade de se aplicar querem entender os motivos para aprender e sentir mais proximidade com a cultura.

E os pais e familiares podem ajudar de algumas maneiras, dando mais “vida” e objetivos para o aprendizado. Inclusive, há pesquisas que comprovam que as atitudes parentais em relação à vida acadêmica e os estudos do filho têm grande impacto na vida das crianças.

Muitas vezes, os pais tendem a se distanciar desse papel de ajuda e acompanhamento nos estudos do idioma por desconhecimento do tema. No entanto, o envolvimento nesse sentido pode ser mais sobre incentivo e reforço de comportamentos que irão fazer com que o desempenho dos pequenos e dos adolescentes seja eficiente. Isso quer dizer que é ideal trabalhar o encorajamento para a realização de atividades e tarefas e não o ato de dar a resposta pelo estudante, por exemplo.

Ou seja, é possível se inserir nesse contexto sem dominar o inglês. Então, falaremos um pouco sobre como os pais podem motivar e encorajar os estudos dos filhos, de forma a reforçar comportamentos positivos em relação ao processo de aprendizagem da língua.

Motivação é um elemento importante para aprender

Demonstrar o entusiasmo com aprendizagem e a vida acadêmica faz com que a criança também absorva de alguma forma essa empolgação e ela se torna mais motivada para aprender. E isso pode ser cultivado e aprimorado, principalmente quando:

  • As crianças passam a entender que a atividade de aprendizagem é interessante e significativa;
  • Elas têm diversas oportunidades de explorar seus interesses e atividades lúdicas favoritas em inglês. Isso pode ser realizado por meio de atividades em casa, que sejam divertidas e atrativas para os pequenos;
  • Entendem que a atividade de aprendizagem pode ser concluída com sucesso, que elas têm controle em como, quando e quais atividades realizam e conseguem a aprovação de alguém que gostam;
  • Os pais demonstram orgulho e elogiam os momentos de sucesso e encorajam a se arriscar mais. E, ainda, quando eles ajudam a transformar os erros em lições;
  • Pais e professores procuram entender como a criança gosta de absorver os conteúdos e processar as informações e buscam por atividades que estejam no nível de conhecimento da criança, oferecendo variadas opções de atividades.

Recompensas podem não ter o resultado desejado

É comum a crença de que recompensar as crianças por seus resultados positivos traz benefícios para desenvolvimento das habilidades. No entanto, o ideal é elogiar os esforços, não apenas os resultados e a inteligência. Então, os pais devem elogiar os filhos por sua habilidade de encontrar soluções para os desafios e dificuldades que estejam resolvendo.

Pensando nisso, temos algumas sugestões de recompensas que podem ser oferecidas às crianças conforme elas avançam nos estudos:

  • Recompensas de atividades: ganhar mais tempo livre para seus hobbies e passatempos favoritos;
  • Recompensas sociais: mais tempo de qualidade com a família e com os amigos;
  • Pergunte à criança sobre como ela gostaria de ser recompensada.

Incentivando seu filho a falar inglês fora da escola

Encorajar as crianças a falarem em casa pode ser uma ótima forma de fazê-las treinar e ultrapassar algumas dificuldades comuns, como a timidez. Os pais podem ajudá-las a desenvolver mais confiança. Aqui vão algumas dicas para incentivar a prática:

  • Evitar ao máximo demonstrar desapontamento caso os filhos se recusem a dizer palavras que aprenderam recentemente, pois eles podem não gostar de ser o centro das atenções;
  • Para ajudar a criança a não se preocupar muito com a pronúncia das palavras, é interessante pedir a ele ou ela que diga as palavras de diferentes maneiras: fazendo caretas, como se fosse uma música… Enfim, usando a imaginação para tornar tudo uma brincadeira, para tirar o foco da palavra e colocá-lo na brincadeira;
  • Na hora de corrigir as crianças, o ideal é esperar elas terminarem de falar e jamais interrompê-las. Evitar o uso das expressões “não é assim” ou “está errado” e utilizar palavras como “escute…” ou “vamos tentar novamente?”. Afinal, todo processo de aprendizado tem erros;
  • Relacionar as habilidades de falar inglês com o “mundo real” da criança: personagens de desenhos animados que falam inglês, palavras comuns do português que são “importadas” do inglês, esportes, comida e etc.;
  • Não pressionar excessivamente para que a criança fale. Incentive, ajude, mas sempre de forma positiva. Mostrar que está lá para ajudar e oferecer mais confiança é o principal papel dos pais nesse caso.

Há muito que os pais podem fazer pela educação dos filhos e pelo aprendizado das crianças. Mas, tudo deve ser realizado com cuidado e atenção para ser um momento positivo entre pais e filhos.

As Qualificações de Cambridge English na evolução do inglês da criança

Nossas certificações são uma forma de manter as crianças motivadas, criando momentos de conquista ao longo do aprendizado e mostrando para o próprio estudante o quanto ele está evoluindo.

Cada um dos exames compreende um nível do Quadro Europeu Comum de Referência (CEFR), quadro internacional que mede a capacidade linguística de um estudante. Todos eles são baseados em situações cotidianas da vida real e ajudam as crianças a treinarem e aperfeiçoar todas as habilidades do idioma: leitura, escrita, compreensão auditiva e expressão oral.

Além disso, as qualificações auxiliam as crianças na hora de obter a confiança necessária para falar em inglês e alcançar seus objetivos. E expande os horizontes acadêmicos e profissionais, já que são reconhecidos por mais de 25.000 organizações ao redor do mundo. Portanto, uma outra forma de auxiliar os filhos no aprendizado da língua, é investindo em uma das Qualificações de Cambridge English.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.