4 dicas para melhorar a sua escrita em inglês

Nathalia

16 de dezembro de 2019 | 12h09

O aprendizado do inglês é composto pelo desenvolvimento de quatro habilidades principais necessárias para a assimilação da língua e também para empregá-la para o que mais importa: a comunicação. Quando combinados, o speaking (produção oral), o listening (compreensão auditiva), o reading (leitura) e o writing (escrita) dão origem ao conhecimento necessário para quem pretende dar continuidade aos estudos.

Dizem que se comunicar oralmente é uma das atividades que causa mais insegurança para quem está aprendendo o idioma. Entretanto, escrever em uma língua diferente da nativa pode ser um desafio por conta da falta de familiaridade e do estranhamento inicial com a construção de frases e com o vocabulário.

Dados levantados por Cambridge Assessment English a partir de uma amostra de 4 mil redações de brasileiros submetidas à sua ferramenta de correção de textos em tempo real dão conta de que os cinco principais aspectos particularmente difíceis para os brasileiros são: ortografia, preposições, conjugação, ausência de pronome e o uso incorreto dos determinantes. E, para resolver essa questão e progredir, a prática é a melhor saída!

Estruturar frases, perguntas, respostas ou qualquer outra forma de comunicação com coesão e coerência está longe de ser um bicho de sete cabeças e há algumas dicas para o aperfeiçoamento da gramática que podem deixar a tarefa mais fácil e familiar. Confira abaixo:

 

  1. Prática leva à perfeição

Parece clichê, mas é a pura verdade! Veja o caso da ortografia de palavras que geram confusão na escrita em função do som da pronúncia (como language, que acaba escrito como ´leanguage´ por causa da fonética) ou então das que possuem ou não consoantes dobradas (como em writing, different e opportunity, que viram ´writting´, ´diferent´ e ´oportunity´). Uma aliada para assimilar a forma correta é a memória visual. Ou seja, quanto mais aparecerem no nosso campo de visão, as chances de utilizá-las da forma correta aumentam. Então, como fazer isso? Comece aos poucos.

Que tal anotar a lista de compras do supermercado em inglês ou mesmo sua programação de tarefas diárias? Tente imaginar aquele e-mail ou mensagem de texto que vai enviar para alguém também em inglês. Tudo isso vai contribuir para você memorizar a escrita de palavras que usa no dia a dia. Pequenos feitos se tornam hábitos e são eles que fazem o uso constante algo natural e motivador.

E a leitura é um bônus nesse sentido! Quanto mais se consome conteúdo em um determinado idioma, mais incentivamos a memória a formar uma espécie de “dicionário” mental, seja de palavras ou de construções que podem ser úteis na hora de empregá-las aos estudos ou às atividades do dia a dia.

 

  1. Use ferramentas online

A gramática não é algo muito simples nem quando falamos do português. Então, é normal que ela seja também objeto de muitas dúvidas para quem está no processo de aprendizado de um novo idioma. Para apoiar o exercício da escrita, utilizar recursos online é uma boa alternativa. Você pode contar com o auxilio de um tradutor, como o da Google, por exemplo, para tirar dúvidas pontuais de uma construção de frase. Ou usar um dicionário online, como o Cambridge Dictionary, para checar não apenas pontos de gramática, mas também para entender o significado das palavras que está escrevendo.

Existem também plataformas mais robustas que atuam diretamente na correção de conteúdos, como é o caso do Write&Improve, plataforma desenvolvida com a colaboração de Cambridge Assessment English, departamento da Universidade de Cambridge voltado para exame de proficiência. Ela funciona de maneira bastante intuitiva, e corrige a sua redação, apontando os principais erros e mostrando como você pode evoluir.

Para usá-la basta selecionar o seu nível e o tema de interesse, produzir um texto relacionado à atividade e submeter a correção que retorna de forma imediata as sugestões de melhoria. Essa é uma oportunidade de visualizar os erros e aprender com eles para melhorar o desempenho. Inclusive, há a possibilidade de refazer o material e acompanhar um gráfico que mostra o avanço no aprendizado.

 

  1. Monte um cronograma para os estudos

O treino e a dedicação são sempre as melhores dicas que podemos dar para quem quer aprimorar uma habilidade, seja ela qual for. Não existe fórmula mágica. Além disso, montar um cronograma de estudos também é uma ótima opção para quem precisa se planejar mais na hora de treinar o idioma. Se organize conforme os dias da semana e o tempo disponível e tenha consciência das suas principais dificuldades gramaticais. A partir do momento que você conseguir olhar pra elas com mais clareza, será possível focar e aperfeiçoar os estudos naquilo que, de fato, faz sentido e é necessário.

 

  1. Não tenha pressa

Como já dissemos outras vezes aqui, a pressa é inimiga da perfeição. Não adianta se afobar e achar que não vai conseguir aprender assim que se deparar com as primeiras pedras no caminho. A persistência é importante e só com muito treino e paciência é que o idioma se tornará familiar e prazeroso. Mas uma coisa é certa. No final, todo esse esforço é recompensado!

 

 

SOBRE CAMBRIDGE ASSESSMENT ENGLISH

Cambridge Assessment English é o departamento sem fins lucrativos da Universidade de Cambridge especializado em certificações e avaliação da língua inglesa com um amplo portfólio para diferentes públicos e objetivos. Com mais de 100 anos de tradição e atuando em mais de 130 países, os certificados Cambridge Assessment English são reconhecidos internacionalmente por mais de 25 mil instituições, empresas e órgãos governamentais no mundo todo. O departamento conta com os melhores especialistas na área de avaliação linguística, que se dedicam ao desenvolvimento e ao controle de qualidade dos exames Cambridge English. No mundo todo, mais de 5,5 milhões de pessoas prestam os exames anualmente.

Para mais informações sobre Cambridge Assessment English

Growth Comunicações

Nathália Sanches – nathalia@growthcomunicacoes.com.br

Anna Beatriz Gregório – anna.beatriz@growthcomunicacoes.com.br

Sergio Sanches – sergio@growthcomunicacoes.com.br

(11) 2626-0567

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: