Ritos de passagem: marcando as diferentes etapas da vida escolar

Ritos de passagem: marcando as diferentes etapas da vida escolar

Colégio São Luís Jesuítas

21 Novembro 2018 | 19h07

Com a aproximação do fim do ano letivo, é hora de analisar os aprendizados obtidos, celebrar conquistas e se preparar para os desafios que virão a seguir

Conforme alcançam novos estágios da vida (incluindo a escolar), crianças e adolescentes se veem diante de diversos momentos de transição, geralmente caracterizados por felicidade, expectativa, ansiedade e medo.

Para ajudar os estudantes a lidar com esses sentimentos e tornar prazerosas as mudanças de ciclo, o Colégio São Luís promove ritos de passagem entre segmentos. Os eventos, que variam conforme a idade, celebram conquistas e reforçam a ideia de continuidade, preparando os alunos para as dificuldades e alegrias que encontrarão em sua caminhada.

1º ano do Ensino Fundamental /2º ano do Ensino Fundamental I

Geralmente realizado em outubro, o rito de passagem do 1º para o 2º ano comemora a conclusão de uma etapa e a descoberta de novos amigos e desafios. Os alunos mais novos se reúnem com turmas do 2º ano em diferentes atividades, dentro e fora da sala de aula, para esclarecer dúvidas e se familiarizar com outros espaços do Colégio.

Paula Pierrotti, Orientadora Educacional da Pré-Escola II e do 1° ano do Ensino Fundamental, conta que nessas ocasiões as professoras se apresentam, mas dão condições para que as crianças conversem com colegas do 2º ano a partir de expectativas levantadas em relação à série.

“Os encontros ajudam bastante a amenizar o desconforto inicial frente ao desconhecido da próxima etapa. Percebemos que os alunos do 1º ano se empolgam com o fato de poder escolher a mochila, de acessar o Pilotis desacompanhados e de escrever com letra cursiva. Mas quando ficam sabendo que vão fazer provas e que os professores não vão lembrá-los o tempo todo das anotações ou das tarefas, se assustam um pouco”.

Paula ressalta, no entanto, que a adaptação a uma rotina mais autônoma é feita de modo gradativo, respeitando o tempo das crianças.

Adicionalmente, a Direção de Segmento e a Orientação Educacional se reúnem com as famílias para informá-las sobre as fases do processo de transição e tranquilizá-las quanto aos comportamentos e questionamentos esperados das crianças durante esse período.

5º ano do Ensino Fundamental I /6° ano do Ensino Fundamental II

A mudança de segmento para os alunos do 5º ano é marcada por uma série de atividades. Em uma delas, os alunos fazem uma reflexão sobre o encerramento do Ensino Fundamental I e relembram sua trajetória no Colégio com a ajuda de cartas escritas por professores de séries anteriores. A jornada da classe é simbolizada pela construção de um totem, artefato que representa visualmente os vínculos existentes entre os membros de um grupo e que resgata as experiências vividas coletivamente.

As turmas também se encontram com Representantes de Sala do 6º ano, momento no qual podem tirar dúvidas, entre outros aspectos, sobre o sistema de provas e a organização do tempo (a partir do Ensino Fundamental II os alunos passam a ter um professor por disciplina, em vez de uma professora polivalente).

Em uma reunião no fim do ano, os pais também são envolvidos no processo. Eles acompanham os eventos que fizeram parte do rito de passagem dos filhos e têm a oportunidade de conversar com a Direção de Segmento e a Orientação Educacional.

No início do ano seguinte, durante a Semana de Acolhida, os alunos do 9º ano recebem os colegas recém-chegados ao Ensino Fundamental II. O encontro, além de promover a empatia e o cuidado dos mais velhos com os mais novos, dá aos alunos do 9º ano uma perspectiva de passagem do tempo. Afinal, eles mesmos estão prestes a ingressar em um novo segmento, o Ensino Médio.

Com todas essas iniciativas a Orientadora Educacional 6° ano do Ensino Fundamental II, Mônica Polonio, acredita que “os estudantes chegam à nova série mais confiantes, pois podem conversar sobre suas dúvidas e inquietações com os colegas mais velhos”.

9° ano do Ensino Fundamental II/1ª série do Ensino Médio

No rito de passagem do 9º ano, os alunos fazem um exercício de projeção do futuro, escrevendo cartas para si mesmos que serão abertas apenas quando estiverem no fim do Ensino Médio. Eles são estimulados a pensar nos objetivos que pretendem alcançar, na realidade que estarão vivendo aos 17 anos, além de listar os aprendizados obtidos e os dilemas que enfrentam no presente, para que depois possam comparar seu “eu atual” com seu “eu futuro”.

É também nesse período de conclusão do Ensino Fundamental II que os estudantes passam a participar de eventos importantes do Colégio para o Ensino Médio, como a SINU (Simulação Interna das Nações Unidas) e o Fórum de Profissões.