Projeto Estação Meteorológica – instrumento de ensino multidisciplinar

Projeto Estação Meteorológica – instrumento de ensino multidisciplinar

Colégio São Luís Jesuítas

19 Outubro 2015 | 18h21

_DSC0234aInvestigar o tempo atmosférico com os alunos de forma prática e envolvendo várias disciplinas. Foi pensando nisso que foi criado, no Colégio São Luís, o projeto Estação Meteorológica, com os alunos do 6º EF II, que se inicia com a abordagem sobre o tempo, o clima, a análise de fatores e os elementos climáticos.

Segundo Margarete Sevilha, professora de Ciências, o projeto possibilita aos alunos aprenderem a utilizar diferentes instrumentos de medidas da condição do tempo. “Os estudantes fazem marcações em tabelas, depois as transformam em gráficos e analisam os resultados. No final, produzem um texto jornalístico a respeito das mudanças climáticas e das condições atmosféricas do momento”.

Por meio da Estação Meteorológica são estudadas as disciplinas de ciências, geografia, redação e matemática. No laboratório, os alunos aprendem a usar instrumentos como termômetros, barômetro, higrômetro, psicrômetro e pluviômetro.

Nas aulas teóricas de geografia, os alunos compreendem os fatores geográficos que interferem no clima, como latitude, a altitude, a maritimidade, a continentalidade e a transpiração dos vegetais. Após a coleta de dados,  trabalham com as análises na aula de matemática, com informações organizadas em tabelas, tendo algumas noções básicas de planilha eletrônica.

_DSC0203aPara finalizar o projeto, todas essas questões e também dados coletados e analisados são utilizados para produzir um texto jornalístico, gênero estudado nas aulas de redação. Os estudantes, organizados em duplas, se colocam na posição de redatores em terceira pessoa, relatando de forma imparcial os principais fatos, transformando-os em notícias.

A partir dessa atividade, os participantes puderam realizar várias ações individuais ou coletivas com o objetivo de reduzir a poluição do ar. Entre elas, andar mais a pé ou de bicicleta, dar preferência ao transporte coletivo, as fontes alternativas de energia e plantar árvores, entre outras

Para Maria Teresa Freire Quental, aluna do 6º ano EF, participar do projeto foi uma experiência enriquecedora. “Começamos estudando ciências e geografia. Depois fomos ao laboratório para ver como tudo funciona. Na estação meteorológica podemos ver na prática como as coisas acontecem. Nós medimos a temperatura, a umidade do ar, vimos em que direção o vento está vindo e a acidez da chuva.”, conclui.

Mais conteúdo sobre:

Meteorologiamultidisciplinar