Início das aulas na nova sede do Colégio São Luís

Início das aulas na nova sede do Colégio São Luís

Colégio São Luís Jesuítas

11 de março de 2020 | 12h43

O novo ambiente está a serviço do Projeto Pedagógico

Com alegria, o Colégio São Luís recebeu os estudantes em sua nova sede. Após um ano de construção, o novo espaço ficou pronto e ganhou vida com a chegada dos mais de dois mil alunos da instituição.

Os ambientes foram planejados especialmente para facilitar o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, atendendo às orientações do Projeto Educativo Comum (PEC), documento da Rede Jesuíta de Educação (RJE), lançado em 2016.

Localizada ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo (SP), a nova sede tem mais de
29 mil m² de área construída e sua arquitetura é horizontal, favorecendo a integração dos ambientes e proporcionando interação, convivência e contato com a natureza.

A nova estrutura conta com uma área verde de 2.842 m², área esportiva de 3.545 m², bicicletário, sistema de aquecimento solar para chuveiros e piscina, sistema de aproveitamento de água da chuva, 3 laboratórios de Ciências, 5 salas Multiuso, Sala Maker, Pátio interno e cantina, auditório com capacidade para 450 pessoas, 68 salas de aula amplas, climatizadas e equipadas com projetores interativos, Biblioteca e área para estudos e convivência com 600 m², restaurante com capacidade para 500 pessoas e Capela para mais de 200 pessoas.

A arquitetura, as instalações e os mobiliários estão a serviço do Projeto Pedagógico e tudo foi pensado para a realização de um trabalho que revele, de forma mais explícita, a nossa identidade jesuíta, qualifique o ensino e a aprendizagem e seja condizente com os tempos atuais.

O início de ano na nova sede do Colégio São Luís foi marcado por encontros e expectativas. Nossos estudantes conheceram o novo espaço, reencontraram amigos, professores e funcionários e os que chegaram à escola este ano foram acolhidos pelos veteranos. Clique aqui e confira o sentimento dos estudantes neste início de 2020.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: