Um olhar atento para o consumo

Um olhar atento para o consumo

Escola Santi

19 Outubro 2016 | 17h48

Lixo chama a atenção dos alunos da Escola Santi e os incentiva a pensar sobre o consumo, sobre descarte consciente e sobre novas formas de diminuir a produção de lixo industrializado

 

Durante o recreio, estudantes do 1º ano D (com idades entre 6 e 7 anos) notaram que boa parte do material descartado por eles era composta por sucos industrializados. A observação foi compartilhada com a professora Carolina Bortoletto e, a partir daí, o grupo desenvolveu uma criativa ideia para diminuir esse lixo industrializado e ainda consumir sucos naturais feitos por eles mesmos.

Este foi o ponto de partida do projeto “Dia do Suco fora da Caixinha”. Os alunos desta turma propuseram para a escola – que atendeu de imediato – pedir aos seus pais que, uma vez por semana, as crianças deixem de lado os tradicionais sucos de caixinha, ricos em açúcar, e trouxessem ingredientes para preparem os seus próprios sucos naturais.

Sob coordenação da professora Carolina, a atividade ocorre todas as quintas-feiras, às 14h30 e dá continuidade a uma reflexão promovida pela Escola Santi sobre a questão do lixo produzido durante o lanche das crianças.

Livro de Receitas – No dia combinado foi solicitado às famílias para evitarem mandar sucos industrializados, substituindo por diferentes ingredientes naturais como frutas, folhas verdes e legumes. Na escola os alunos estão sendo incentivados a escrever suas próprias receitas e preparem a bebida juntos na escola, sob supervisão dos professores.

No final do projeto, serão selecionadas receitas trazidas pelos alunos para a edição de um livro, que será enviado aos pais. A publicação servirá como guia com diversas opções de sabores e preparos, reforçando o incentivo às famílias a optar pelos sucos naturais no lugar dos industrializados.

“Até o momento, o projeto contou com 100% de adesão das famílias e dos alunos. Todos optaram por, no dia combinado, trazer os ingredientes naturais e deixar os sucos industrializados em casa”, afirma a professora Carolina Bortoletto.

IMG_6639 (2)

Entre as receitas já produzidas, estão sucos com diferentes temas: Relaxante (com maracujá, cenoura e maçã), Verde (com cenoura e couve) e Suco Para Aumentar a Imunidade. Vale ressaltar que, de acordo com a proposta do projeto, as bebidas estão sendo produzidas com baixo teor de açúcar, utilizando-se mel e a própria doçura das frutas.

 

Nutricionista – Para enriquecer ainda mais o projeto, a nutricionista Denise Bortoletto visitará a escola no dia 27 de outubro, das 14h às 15h, quando contará um pouco sobre os benefícios do suco natural, suas propriedades naturais, quais as estações características de cada fruta, além de preparar uma receita que será incluída no livro.

IMG_6624

 

Outras Propostas – Outras turmas da educação infantil também estão envolvidas no debate sobre o excesso de lixo industrializado que provêm dos restos dos lanches dos alunos. O 1º ano C realizou uma contagem e descobriu que, em média, são consumidas e descartadas 122 caixas de suco por semana apenas na educação infantil.

Para essa turma, as discussões se voltaram para a forma como esse lixo é descartado, e eles convidaram a diretora geral da Santi, Adriana Cury, para ir até sua sala para conversar sobre o que podemos fazer para gerar menos lixo ou que destino podemos dar para o lixo para ser menos impactante para o planeta. Junto com a diretora, eles descobriram a forma como essas caixas de suco são recicladas e pensaram em outras formas de reaproveitá-las, como usando-as na produção de brinquedos sustentáveis.

Já os alunos do T5 B pensaram em formas alternativas de cuidar dos resíduos orgânicos após o lanche e decidiram fazer um minhocário na sala. Com ajuda das minhocas, os restos de alimentos e cascas de frutas do lanche vão se transformar em adubo, reduzindo assim o impacto ambiental e ainda contribuindo para a saúde e beleza das plantas da escola.