Não é lixo, não, é brinquedo

Não é lixo, não, é brinquedo

Escola Santi

15 Agosto 2016 | 17h53

O que era lixo e material descartável se transforma em brinquedos em oficina sustentável da Escola Santi

 

Garrafas-pet, diversos tipos de embalagens e caixas de papelão estão se transformando em brinquedos pelas mãos de crianças da Educação Infantil, com idades entre 3 e 6 anos, da Escola Santi – localizada no bairro do Paraíso, na capital paulista.

Materiais que seriam descartados vão tomando novas formas e viram foguetes, barcos, bilboquês, carrinhos e até fantasias e acessórias para compor as brincadeiras. Essa “mágica” ocorre na “Oficina de Brinquedos Sustentáveis”, que tem por objetivo conscientizar os pequenos alunos sobre a importância da reutilização de materiais e a reciclagem de lixo.

A atividade faz parte do Santimais, programa de atividades opcionais, culturais e esportivas realizado pela Santi, sob a orientação de professores especialistas e supervisionados pela equipe pedagógica da escola.

 

IMG_2882

 

INTEGRAÇÃO – Utilizando materiais diversos que iriam para o lixo como garrafas pet, rolinhos de papel-higiênico e papel-toalha, embalagens de leite, palitos de churrasco, potes de iogurte, entre outros, as crianças constroem os seus próprios brinquedos. “Os pequenos já estão mostrando para os amigos e familiares os seus próprios foguetes, bilboquês e jogos como cai-não-cai”, explica Camila de Mauro, coordenadora do programa.

Não são apenas os materiais recicláveis que os alunos utilizam como matéria-prima para os brinquedos, a própria natureza também tem sido uma boa fonte de inspiração. Elementos como cascalho e folhas secas têm se transformado em belos barcos, com um palito de churrasco como mastro.

“As crianças ficam orgulhosas ao abrir o olhar para o potencial destes diversos materiais que trazem de casa, mas que iriam para o lixo”, ressalta Camila de Mauro. O projeto também está contribuindo para uma interação entre os alunos de turmas diferentes. “Algumas crianças estão pedindo para as outras, na hora do recreio, para que doem os potes de iogurte e leite fermentado já usados”, completa a coordenadora. A integração entre as famílias também tem sido um ponto forte do projeto, com os pais cada vez mais querendo reciclar e as crianças trazendo os materiais de casa para a oficina.

 

IMG_2936

 

CONCEITO PEDAGÓGICO – A oficina é dividida em duas etapas. Em Brincar e Reciclar, realizada no primeiro semestre, as crianças aprenderam a definir o que é lixo mesmo e o que não é. Já no segundo semestre, a etapa Criança e Natureza busca explorar o lado criativo das crianças. “Como os brinquedos prontos já têm a estrutura, as crianças não têm controle sobre eles. Mas com os materiais, elas exploram o que podem construir, podem sonhar e pôr em prática. Elas conseguem olhar para um papelão e ter essa percepção que não é só um papelão, ver algo além disso”, comenta uma das professoras do projeto, Aline Araújo.

Ela completa ressaltando que “há também uma conscientização da utilização dos materiais, as crianças têm o costume de jogar muita coisa fora, e com a oficina elas passaram a ter esse olhar pelo que está ao redor deles”.

Como resultado, pode-se até mesmo identificar uma diferença na maneira com que as diferentes turmas encaram o projeto. “O T3 e T4 possuem um tipo de olhar, explorando primeiro o material antes de construir o brinquedo. Já o T5 e os 1ºs anos já querem partir direto para a construção”, afirma Camila de Mauro. “Disso surge a apreciação por algo que eles mesmos constroem, que parte deles, com ideias do que montar. Não só reciclar o material, mas ter consciência do que eles podem usar, de tamanho, de peso, de forma, de como pode ser feito”, conclui.

 

IMG_20160804_210548

 

A seguir, mostramos como construir alguns dos brinquedos já feitos pelos alunos da Santi na Oficina de Brinquedos. Para mais ideias, confira nosso Blog de Dicas Culturais!

Espada e Braceletes de Super Herói

Materiais Necessários:

2 Rolos de papel higiênico
1 Rolo de papel alumínio
1 Pedaço de papelão
E.V.A cortados pequenos
Cola
Tesoura
Riscantes variados

Esses brinquedos são bem fáceis de fazer. Para os braceletes, é só decorar o rolo de papel higiênico da forma que quiser (com lápis, canetas, pedaços de E.V.A, glitter, etc) e depois fazer um corte em cada um dos rolos de papel higiênico com a tesoura para que eles possam ser encaixados nos braços das crianças.

Para as espadas, apoie o rolo de papel alumínio de pé sobre um pedaço pequeno de papelão e risque em volta. Depois recorte fora o circulo formado. Encaixe o papel alumínio dentro do circulo de papelão de forma que fique um espaço maior de um lado do que do outro, então fixe o papelão com cola ou fita adesiva. O papelão é a guarda da sua espada, que separa o cabo da lâmina. Depois, é só decorar a espada da forma que quiser.

bracelete

 

Pé de Monstro

Materiais Necessários:

2 Pedaços de papelão
2 Tiras de elástico
1 Tesoura
Canetinhas ou tinta

Pegue dois pedaços de papelão bem grandes e faça recortes no formato de pés, sem esquecer dos dedos. Depois, é só pintar da forma que você achar melhor e, quando estiver seco, passar cada uma das tiras de elástico em torno de cada um deles, para que possamos encaixar nossos próprios pés e andar.

pé

 

Pebolim de Caixa de Papelão

Materiais necessários:

1 Caixa de papelão
4 canudos ou palito de churrasco ou rolo de papel toalha
1 folha A3 verde
8 prendedores de roupa
1 tesoura sem ponta
1 bolinha (de ping pong, isopor ou papel)
Canetinhas e lápis de cor para enfeitar

1- Pegue a caixa e forre com a folha verde para fazer o campo. Decore o campo com as canetinhas e lápis ou como quiser. Se quiser, pode decorar também os pregadores que serão os jogadores.

2- Depois, determine onde você quer os pregadores de roupas posicionados. Na imagem foram colocados dois goleiros e três jogadores ao meio. Assim cada jogador irá manusear apenas duas varetas. Feito isso, marque com a canetinha onde você irá fazer os furos nas laterais da caixa para passar as varetas. Lembre-se que as varetas devem ficar posicionadas de forma que os pregadores não se encostem ao fundo da caixa.

3- Após fazer os furos em ambas laterais da caixa de sapato com a tesoura, encaixe as varetas e posicione os pregadores novamente. Demarque, com a canetinha, onde estão posicionados os pregadores, pois você precisará removê-los para fixá-los com a cola quente.

4-  Cole os pregadores de roupa nas varetas com a cola quente onde foram feitas as demarcações anteriormente.

5-Corte o gol em cada extremidade da caixa. Desenhe um retângulo em cada ponta com ajuda da régua e depois corte com tesoura.

6- Coloque uma bolinha e divirta-se!

20160811_163759

 

Mochila a Jato

Materiais necessários:

2 garrafas plásticas de 1,5L
1 pedaço de papelão
2 Pedaços de feltro vermelho
2 pedaços de feltro laranja
1 tesoura
2 pedaços de elástico, fita ou barbante
Durex colorido
Cola quente
Canetinhas e giz colorido para enfeitar

1- Tire os rótulos e as tampas das garrafas e decore-as como quiser.

2- Corte um pedaço quadrado de papelão do tamanho das costas da criança e prenda as garrafas ao papelão usando o durex colorido.

3- Pegue os pedaços de feltro vermelho e laranja e recorte no formato de chamas, deixando uma ponta na base que será colocada dentro da garrafa.

4- Coloque a chama laranja sobre a chama vermelha e coloque dentro da boca de uma das garrafas, fixando-as com cola quente. Repita a mesma coisa com a outra garrafa.

5- Faça 4 furos nas extremidades do papelão e corte dois pedaços de elástico, fita ou barbante. Passe os pedaços pelos pares de furos superior e inferior e amarre para formar as alças da mochila a jato.

6- Vista a mochila e divirta-se!

IMG_2909