Brincar é tudo de bom!

Brincar é tudo de bom!

Escola Santi

05 Outubro 2015 | 12h42

No dia das crianças, que tal presentear com mais infância e brincadeira?

O dia das crianças é comemorado em mais de 100 países em momentos variados. No Brasil, o dia 12 de outubro surgiu por uma lei criada em 1924, mas ficou muito popular em 1960 quando fabricantes de produtos infantis lançaram promoção de sucesso para alavancar suas vendas. Há 56 anos, é uma das principais datas comerciais do calendário brasileiro.

A equipe da Escola Santi, localizada no Paraíso em São Paulo, propõe que a data seja um bom pretexto para brincar mais. Pesquisas recentes comprovam a importância das brincadeiras para o desenvolvimento infantil e os efeitos positivos na formação de um adulto seguro, criativo, crítico e flexível.

Durante a semana da criança, a escola organiza a rotina com ainda mais atividades relacionadas às artes, música, teatro e brincadeiras diversas. Para os mais velhos, além de um show de talentos organizado pelos próprios alunos, os professores realizam oficinas durante as quais ensinam as crianças sobre suas paixões e talentos – culinária, dança, canto, entre outros.

Mas não é só no dia das crianças que se brinca nesta escola. Projetos didáticos dos 2 ao 6 anos incluem as brincadeiras em seus conteúdos, o que possibilita que os pequenos ampliem seu repertório e interajam com crianças de outras turmas e também com avós, pais e funcionários, que trazem para eles brincadeiras de outras épocas e regiões.

Aos 3 anos, por exemplo, são realizados os projetos Esculturas de brincar e Brinquedos e suas histórias. No primeiro, as professoras e as crianças montam e pintam juntos esculturas feitas de caixas de papelão que depois se transformam em túneis e experiências sensoriais onde elas brincam e convidam as outras turmas para brincar também.

primeira foto

 

Já no Brinquedos e suas histórias, seus avós vêm à escola e apresentam brinquedos com que se divertiam quando eram pequenos. Bonecos de pano e de milho, 5 marias, casinhas e carrinhos feitos de madeira, muitas vezes construídos por eles mesmos, encantam as crianças e lhes permitem refletir sobre a passagem do tempo. Veja mais fotos do projeto no nosso álbum do face.

segunda foto

Com 4 anos, o foco passa das brincadeiras ao longo do tempo para as diferenças entre brincadeiras de diversos lugares. No projeto Brincadeiras do Brasil, as crianças investigam sobre as brincadeiras típicas das regiões brasileiras, percebem que elas não são iguais em todo o lugar e que muitas têm diferentes versões espalhadas por aí.

Nesse projeto, pais vindos de outras regiões são chamados para mostrar alguma brincadeira marcante de sua infância, como aconteceu com Adriana Lourenço, que ensinou o jogo Bats, uma versão do jogo de tacos que ela jogava com os primos em Santa Catarina. “É muito bom poder preservar essas coisas gostosas da infância passando para a minha filha e os seus colegas. Achei uma iniciativa muito legal”, conta.

 

Confira abaixo sugestões de brincadeiras e aproveite para presentear seu filho neste dia das crianças com menos consumo e mais brincadeira!

01

0203

brincar 3brincar 4

“Ao brincar, as crianças descobrem o mundo, criam representações e dão significados para as relações que vivem dentro e fora da escola: com adultos, com outras crianças, com os objetos e os espaços. Brincando, as crianças alimentam e expressam seu potencial criativo de forma espontânea. As regras, que também existem nestas atividades, são inventadas e acordadas pelas próprias crianças e assim, o espaço da brincadeira torna-se também um lugar que propicia ricas possibilidades de interação humana.” – Dami Cunha, coordenadora pedagógica da Escola Santi

 

Quer saber mais sobre a importância do brincar? Confira a matéria que publicamos no Santinforma, nosso jornal semestral!