Alunos promovem campanha para instalação de bicicletários na capital

Alunos promovem campanha para instalação de bicicletários na capital

Escola Santi

06 Julho 2015 | 14h07

Projeto idealizado pelos próprios estudantes está em fase de captação de recursos

Desde 2014, alunos do Ensino Fundamental 2 da Escola Santi têm a oportunidade de participar do projeto Transform+Ação, atividade extracurricular que tem como objetivo melhorar a cidade, em especial o bairro do Paraíso, onde se situa a escola. Nos encontros semanais, os alunos realizam um mapeamento da região e podem destacar os pontos positivos e negativos do espaço. A partir daí, um ou mais desafios encontrados são selecionados para serem melhorados ou solucionados. Nesse momento, os alunos empenham-se em debater essas questões, para em seguida propor resoluções e colocá-las em prática.

https://s3.amazonaws.com/cdn.catarse/uploads/redactor_rails/picture/data/9797/IMG-20150506-WA0002.jpg

A atividade recebe a orientação do jornalista e ex-aluno Caio Dib. Desde 2011, o comunicador trabalha com iniciativas inovadoras na área da Educação em todo o país.“Uma das principais características do Transform+Ação é empoderar os jovens a realizarem projetos que eles mesmo idealizam. E nesse processo é muito interessante observar o que os garotos e garotas passam durante o ano. Eles ganham muita autoconfiança, pensamento crítico e tornam-se mais maduros”, explica Caio Dib.
Atualmente, 15 estudantes estão envolvidos com a questão da locomoção no Paraíso. “Em pesquisas com os pais dos alunos, identificamos que na região existe uma cultura muito forte do uso do carro, até mesmo para pequenas distâncias. Então, os estudantes resolveram espalhar bicicletários para incentivar e promover uma nova cultura de mobilidade urbana, pautada especificamente na bicicleta”.

 

 

Os alunos estão analisando o bairro e conversando com donos de estabelecimentos comerciais sobre a possibilidade de instalar cinco bicicletários. Os equipamentos serão compostos por duas barras de ferro, fixadas nas paredes, para que a passagem dos pedestres não seja interrompida.
“Esperamos que as pessoas passem a olhar os bicicletários como uma oportunidade de usar a bicicleta ao explorar o bairro ou, pelo menos, comecem a despertar sua consciência para as novas maneiras de se locomover”, explica Caio Dib.

 

Para divulgarem a ideia e arrecadarem recursos para a implantação do projeto, a equipe realiza campanha no site de financiamento coletivo Catarse. Para contribuir é só clicar aqui. No ano passado a equipe realizou um projeto no qual distribuía folderes e posteres com mapas do bairro e informações úteis aos turistas que viriam em função da Copa do Mundo. Para acompanhar o andamento da ação, confira o Facebook do Transform+Ação.