Xadrez no currículo escolar

Xadrez no currículo escolar

Colégio Santa Maria

26 Maio 2015 | 06h40

Turmas do 5º ano do Colégio Santa Maria passam a ter uma aula por semana com o objetivo de estimular habilidades matemáticas e valores comportamentais

 

A partir deste ano, o Xadrez passou a fazer parte da grade curricular do 5º ano do Ensino Fundamental I no Colégio Santa Maria. Cada turma tem uma aula por semana, mas os alunos já estão acostumados com o jogo desde o 3º ano, série em que a modalidade é introduzida por meio de aulas, oficinas e partidas disputadas entre as turmas no recreio.

O esporte tem se mostrado uma excelente ferramenta pedagógica, que dialoga com diversas áreas e habilidades. A introdução do Xadrez no currículo do Santa Maria visa o desenvolvimento dessas habilidades. Espera-se que o estudante chegue a um raciocínio mais apurado, efetuando análises e comparando diferentes métodos e processos possíveis.

Dentro do planejamento da escola, o Xadrez está sendo utilizado com o objetivo de incrementar o pensamento matemático: calcular, identificar, decompor e valorar. Outro aspecto trabalhado é o comportamento do aluno, ou seja, a sua atitude durante uma partida. “Já percebemos uma mudança de postura no aluno. Estimulamos que ele se porte como enxadrista, que jogue em silêncio, concentrado, e respeite o adversário”, declara o professor de Xadrez, Rafael Sanches, que destaca ainda que na modalidade não há injustiça e, sendo assim, não há murmuração ao perder. “Cabe a quem perde observar o seu próprio jogo num processo de autocrítica”, afirma.

Mais conteúdo sobre:

Xadrez