Vivendo e aprendendo a jogar

Colégio Santa Maria

02 Novembro 2015 | 07h00

O encontro entre os alunos do curso regular do 7º ano do Fundamental II (manhã) e os alunos do supletivo (noturno) ocorre no Colégio Santa Maria há 15 anos e já se tornou uma tradição. A noite esperada por todos é chamada de “Vivência com o Supletivo”

A cada ano uma proposta é selecionada para promover a troca de experiências de conhecimento e de vida entre os estudantes. Neste ano, a ideia foi proporcionar uma reflexão sobre o papel do jogo na vida de cada um e de todos nós.  O tema escolhido, “Vivendo e aprendendo a jogar”, possibilitou a reflexão a respeito da vida como um jogo, em que é preciso saber jogar, formulando as mais variadas estratégias e driblando as adversidades.

As músicas “Aprendendo a Jogar”, cantada por Elis Regina, e “Entendendo o jogo”, do rapper Flavio Renegado, serviram de motivação para as discussões que vieram à tona: o que significa vencer na vida? Quem ganha? Quem perde?

Os alunos da manhã, que levaram um pouco da experiência vivida em um trabalho realizado nas aulas de Matemática sobre jogos de estratégia antigos e contemporâneos,  se deliciaram com as informações obtidas  com a turma do noturno, pois os mesmos apresentaram brincadeiras desconhecidas por eles como jogos com piões, bolinhas de gude, “elástico” e ainda o “jogo da pedrinha”, que muitos conhecem como “saquinho”.

0211_DSC05505 0211_DSC05508 0211_DSC05500

A dinâmica ficou ainda mais animada quando todos tiveram que se unir para vencer um desafio: resgatar um objeto que estava posicionado no centro de um tapete sem pisar em sua superfície. A diferença de idade entre os estudantes não foi obstáculo para que todos pudessem se divertir. A interação dos dois grupos ao tentarem vencer o desafio foi incrível e fechou com chave de ouro esse momento de tanto encantamento.

Mais conteúdo sobre:

Colégio Santa MariaEJAvivência