Vamos discutir mídia?

Vamos discutir mídia?

COLÉGIO SANTA MARIA

09 Outubro 2015 | 07h30

Nascido da iniciativa de alunos da 1ª série do Ensino Médio do Santa Maria, grupo discute questões sobre mídia

0910

Crédito da imagem: www.virtualmidiaonline.com.br

 

Ao final de 2003, alguns alunos da 1ª série do Ensino Médio do Colégio Santa Maria foram conversar com o professor Adriano Santos, de Língua Portuguesa. O objetivo do grupo era pedir que as discussões sobre mídia, tão presentes durante o curso daquele ano, pudessem continuar, mesmo que num momento extra aula. Surgia aí o NEMiS (Núcleo de Estudos Midiáticos do Santa), que passou a se reunir semanalmente para refletir acerca de temas referentes aos meios de comunicação. Assuntos envolvendo televisão, cinema, internet, jornais e revistas davam o tom das pautas.

 

As reuniões tiveram início no começo de 2004. As discussões sempre giraram em torno de acontecimentos atuais ou o estudo de autores e textos teóricos. Marshall McLuhan, Douglas Kellner, Eugênio Bucci, Maria Rita Kehl e Guy Debord foram alguns dos vários pesquisadores discutidos. Documentários e saídas culturais também fazem parte das atividades do grupo, que ainda organiza uma sessão mensal de cinema no Colégio – aberta a todo o Ensino Médio – com um filme que provoque reflexão. Nesse dia, os participantes levam uma contribuição para o lanche coletivo. Filme, lanche, discussão. Essa é a ordem em que as coisas acontecem no CINEMiS, nome dado a esse momento.

 

Em 2014, o grupo completou dez anos de existência. Nesse período, os alunos que foram se formando deixaram o grupo (embora alguns ainda continuem frequentando as reuniões), enquanto os alunos recém-chegados à 1ª série do Ensino Médio sempre foram convidados a participar. Desse modo, o grupo atravessou uma década, fazendo com que centenas de jovens tivessem um espaço semanal para reflexão sobre os fenômenos midiáticos. Em comemoração, houve, no ano passado, um encontro especial envolvendo integrantes e ex-integrantes. Muitos dos “alunos fundadores” (aqueles que fizeram o pedido ao professor) conseguiram comparecer nesse dia e tornar o momento emocionante para todos.

 

A escola deve ser um espaço fervilhante, oferecendo uma série de estímulos para que os jovens desenvolvam seus potenciais. O NEMiS é um desses estímulos. E existirá enquanto houver adolescentes interessados em discutir e refletir sobre nossa realidade.

0910

Encontro comemorativo dos 10 anos de NEMiS, em 2014