Reggio Emilia em diálogo

Reggio Emilia em diálogo

Colégio Santa Maria

15 Setembro 2016 | 08h22

Autoria: Suzana Rodrigues Torres

Desde sua origem, a abordagem pedagógica de Reggio Emilia na Itália está enraizada na vontade de construir um mundo melhor por meio da educação e segue sendo inspiração para muitos educadores. Reggio não traz uma proposição pronta e acabada, ao contrário, está em contínua mudança, repensando-se e reconstruindo-se constantemente, promovendo o diálogo, a escuta e a construção de interações de qualidade.

Exatamente por este caráter de se fazer permanentemente, o PRISMA – Centro de Estudos do Colégio Santa Maria, ao realizar, pelo terceiro ano consecutivo, “Jornadas Pedagógicas de Reggio Emilia”  não se organiza a partir do desejo de implantar aqui uma realidade alheia à nossa, antes promover encontros reflexivos que possam ampliar nossos repertórios, potencializar nosso olhar para pensarmos nossas realidades e possibilidades.

Assim, nesta III Jornada Pedagógica, temos a inspiração de Reggio não só na seleção dos temas, mas também na forma de estruturar o encontro, baseando-o no diálogo e no conhecimento compartilhado.

Iniciamos a Jornada com uma conversa com Luciana Ostetto, trazendo o necessário percurso do “cinzento ao multicolorido” nos espaços e na qualidade das interações em educação.

Prosseguimos com os diálogos entre Josiane Pareja e Karine Ramos, indicando a indissociável relação entre Documentação e Escuta.

A vivência com histórias, contos e danças com Ivani Magalhães e Gislaine Caitano, acorda nossos sentidos e reacende a beleza e potência da experiência vivida.

Em seguida, diálogos envolvendo Projetação e Mapas Conceituais, com André Papineanu e Alice Proença.

Encerramos com uma síntese provisória, esperando que possa reverberar em novas interpretações e construções.

prisma1509