Por que um currículo de tecnologia no Ensino Médio?

Por que um currículo de tecnologia no Ensino Médio?

COLÉGIO SANTA MARIA

18 de setembro de 2019 | 07h30

Autoria: Elizabeth Fantauzzi

 

Na 2a série do Ensino Médio do Colégio Santa Maria, além da base comum de componentes curriculares, há também o conjunto de eletivas, as quais os alunos devem escolher duas delas para cursar durante o seu ano letivo. Vários componentes curriculares são oferecidos pelas áreas de conhecimento, entre eles, Web e as Mídias Digitais, na área de Linguagens e suas Tecnologias.

Este curso foi pensado especificamente para atender diversas demandas presentes na formação dos jovens, oriundas da cultura digital.  Seu foco principal é proporcionar ao aluno experiências concretas no desenvolvimento de uma série de habilidades para o trato dos diversos suportes de mídias digitais, bem como do ambiente informacional, no que se refere a análise, acesso, criação/produção, participação e compartilhamento de conteúdos.

Entende-se que os alunos que hoje estão no Ensino Médio, independentemente da sua classe social, já nasceram em um mundo digitalizado, porém, apesar da facilidade no manuseio dos equipamentos eletrônicos, construir conhecimento utilizando tais ferramentas ainda é um grande desafio. Pesquisas recentes indicam que os jovens têm dificuldade em diferenciar fatos, textos de opinião e textos publicitários nas diversas plataformas de mídia, além de compartilharem conteúdos digitais de origem duvidosa, baseado apenas na relação de conhecimento com a pessoa que enviou a informação.

Neste sentido, tornam-se vulneráveis em vários aspectos e podem ser alvos de bullying, de desinformação e assédio, o que compromete sua segurança digital nas redes. Assim, o currículo de Web propõe uma formação pautada na educação midiática (media literacy) para que o jovem possa interpretar objetivo, autoria e contexto de informações do e no cenário digital, além do domínio de ferramentas e linguagens para poder transitar de forma livre e segura nas redes informatizadas. A aquisição de fluência digital é tão importante no momento atual que vivemos, que a Base Nacional Curricular Comum – BNCC dedicou a competência geral de n° 5 para a Cultura Digital, que enuncia: compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Neste sentido, o objetivo do curso Web e as Mídias Digitais é proporcionar o uso de ferramentas digitais de comunicação e produtividade que permitam aos alunos experiências significativas – individual e/ou coletivamente – em suportes midiáticos variados, de maneira autônoma e consciente, com vistas em sua vida pessoal e profissional. Alguns pilares serão a base do desenvolvimento pedagógico durante o curso:

  1. Letramento digital e produção multimídia: compreender e produzir conteúdos para os meios digitais na era da comunicação em rede, veiculados nos dispositivos digitais móveis, como smartphones, tablets e computadores;
  2. Ambientes colaborativos: utilizar ferramentas gratuitas que incentivem a colaboração, aprendizagem por pares e o alcance de objetivos e metas em comum;
  3. Protagonismo e autonomia na produção de conteúdos digitais: experimentar a autoria na produção de conteúdos digitais e exercitá-la em atividades que impliquem tomada de decisões; entender o impacto das tecnologias na vida das pessoas e na sociedade, incluindo nas relações sociais, culturais e comerciais
  4. Cidadania e Ética Digital: compreender que é fundamental agir nos meios virtuais como um cidadão (comparando comportamentos adequados e inadequados), respeitando normas de conduta da nossa Constituição e potencializando ações que possam contribuir para o bem comum.

Temáticas como Armazenamento em Nuvem (Cloud Computing and Share), as Licenças Abertas Creative Commons, Remix, Infográficos, Pesquisa Online, PodCasts , Publicações Digitais, Aplicativos, RA e RV (realidade aumentada e realidade virtual), Iniciação à Programação, Websites além de conteúdo viral, hacker/cracker, bolha informacional, conteúdo fake, desinformação, discurso de ódio, entre outros.

A avaliação se dá pela elaboração de um portfólio digital, composto por atividades ora individuais, ora coletivas, que traduzem o percurso de aprendizagem do aluno.

A educação midiática é uma maneira de formar cidadãos conscientes de suas escolhas e de suas produções e compartilhamento em um mundo cada vez mais conectado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: