Poesia para os pequenos…Sim!

Poesia para os pequenos…Sim!

Colégio Santa Maria

04 Novembro 2015 | 07h00

Alunos da Educação Infantil do Santa Maria usam poesia em sala e adoram a novidade

0411_20141117_091040 

Desenvolver a oralidade é uma das habilidades que se espera ao longo da Educação Infantil. Por isso as brincadeiras cantadas, como músicas e cantigas de roda, ou faladas, como versos e parlendas, a leitura de histórias diversas, a escuta e recitação de poesias são importantes estratégias contempladas na rotina dessa etapa do aprendizado.

Quanto mais as crianças puderem falar em situações diferentes, como relatar fatos, expressar o que pensam sobre algo, dar um recado ou explicar a estratégia utilizada em um jogo, por exemplo, mais poderão desenvolver suas capacidades comunicativas de maneira significativa.

A ampliação da oralidade ocorre gradativamente, por meio de um processo de idas e vindas que envolve tanto a participação das crianças em situações cotidianas e informais, como a participação em situações mais formais de uso da linguagem.

Por essa razão, no percurso do trabalho com as turmas de Jardim I e II, são intensificados, entre outros gêneros, a leitura de poesias. Por apresentarem rimas, textos curtos e, em grande parte, contextos com um caráter lúdico, atraem muito as crianças e ampliam as possibilidades de comunicação e expressão, numa gostosa “brincadeira com as palavras”.

0411_image003

Durante o ano, diversas poesias são lidas e relidas. Com algumas, há um trabalho mais sistematizado que envolve registros gráficos e encenação, com o objetivo de explorar as narrativas e obter uma melhor compreensão do que foi lido, desenvolvendo também a função simbólica (o faz de conta).

Neste ano, um dos grupos de Jardim II se encantou pelas poesias da autora Tatiana Belinky. Conheceram muitas delas, aprenderam a recitá-las, trabalharam com palavras significativas dos textos, com as rimas, com a biografia da autora. Fizeram até uma vivência com as crianças do 3º ano, para trocarem informações sobre a autora e suas poesias. Um momento muito rico!

Como já dizia o teórico Lev Vygotsky: “É preciso que as letras se tornem elemento da vida da criança da mesma maneira que um dia ocorreu com a fala.”