O mundo real analisado com os olhos de um biólogo

O mundo real analisado com os olhos de um biólogo

Colégio Santa Maria

29 Abril 2016 | 07h30

Autoria: Helika Chikuchi

Um dos desafios mais importantes enfrentados pelo professor de Biologia é criar situações de aprendizagem que façam sentido para o aluno, dando-lhe instrumental para que ele possa compreender melhor o mundo e suas transformações e, ao mesmo tempo, se posicionar como um indivíduo participativo da sociedade e integrante do Universo. O ensino de Biologia pautado apenas na memorização de conceitos e no uso do vocabulário específico da área não garante que o aluno consiga desenvolver uma visão mais integrada do conhecimento e nem que possa agir em diferentes situações da sua vida. Assim, trazer fatos do cotidiano para a sala de aula propicia que os alunos relacionem o conhecimento teórico com a “vida real”.

No Santa Maria, consideramos importante que os alunos das primeiras séries compreendam bem como a Ciência – o que inclui a Biologia – é feita. Mas mais do que memorizar as etapas do método científico hipotético-dedutivo, é importante desconstruir algumas ideias equivocadas dos alunos de que, se um experimento não apresentou os resultados esperados, é porque “ele não deu certo”. Buscar informações que ajudem a explicar o resultado obtido, formular novas hipóteses, reelaborar um experimento são rotina no trabalho científico.

Outro aprendizado importante é de que a Ciência não apresenta “verdades definitivas”, e de que ela, como qualquer atividade humana, seja isenta de interesses pessoais, econômicos, políticos e sociais, ou que possa prescindir de normas éticas.

Um exemplo recente do “mundo real” incorporado nas aulas foi a construção e instalação de armadilhas de mosquito. A atividade foi motivada pelo surto de dengue e zika, e durante cerca de dez dias, os alunos observaram as armadilhas que construíram na escola, no laboratório de Biologia. Foram feitos registros fotográficos e, a partir dos dados coletados e analisados, e da pesquisa na internet, os alunos estão produzindo relatórios sobre seus achados.

Outro exemplo do “mundo real” que será incorporado às aulas nos próximos dias é a promulgação da lei que libera a distribuição da fosfoetanolamida. Este tema, bastante polêmico, possibilitará que os alunos exercitem sua argumentação em favor ou contra a liberação da distribuição da droga, considerando os aspectos científicos e éticos que regem as pesquisas de medicamentos.

2904_Armadilha pet 2904_Armadilha pet2 2904_Armadilha pet3