Novo Ensino Médio: perspectivas e encantamentos

COLÉGIO SANTA MARIA

17 de janeiro de 2020 | 07h30

Autoria: Adriana Pereira da Silva Baptista de Freitas

 

A Base Nacional Comum Curricular da área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas propõe a ampliação e o aprofundamento das aprendizagens, orientada para uma formação ética, com destaques para os ideais de justiça, solidariedade, autonomia, combate aos preconceitos de qualquer natureza, compreensão e reconhecimento das diferenças.

Nesse sentido, para o Colégio Santa Maria é fundamental que os estudantes explorem conhecimentos próprios da Geografia, da História, da Filosofia e da Sociologia, perpassando por seus conceitos estruturantes: temporalidade, espacialidade, ambiente, diversidade, modos de organização da sociedade, relações de produção/trabalho/poder.

Para o desenvolvimento de competências e habilidades, a pesquisa e a investigação científicas ganham espaço relevante, tendo como sustentação a prática da dúvida sistemática e, consequentemente, o incentivo ao protagonismo juvenil, com a mobilização de diferentes linguagens, trabalhos de campo, registro, capacidade de estabelecer diálogos, formulação e resolução de problemas. Esse desafio constante é que nos alimenta e impulsiona a pensar cursos/unidades curriculares que instiguem questões que nos são caras, que (trans)formem visões e concepções de mundo.

No Ensino Médio do Santa Maria, a área de Ciências Humanas possui o compromisso de ressignificar conceitos, sempre pautados em princípios e valores que fujam de definições reducionistas e absolutas, favorecendo a compreensão de nossas identidades. E é exatamente isso que nos encanta.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: