“Minha caixa, minha vida!”

“Minha caixa, minha vida!”

Colégio Santa Maria

28 Março 2016 | 07h21

Entender o SUJEITO HISTÓRICO como aquelas personalidades marcadas por seus feitos memoráveis é simples para um aluno que entende HISTÓRIA apenas pelo viés do tempo PASSADO.

Pensando nas questões problematizadoras e o tempo PRESENTE, o 4º ano do Fundamental I do Santa Maria traz ao estudo de Ciências Humanas uma intenção que aproxima a HISTÓRIA da investigação e ultrapassa visões que caracterizem o possível senso comum. Dizemos possível, pois hoje os alunos que habitam as salas de aula se revelam fortemente como parte do tempo vivido, transformando assim, além do seu olhar, as relações entre os pares e o TODO que forma seu ser e grupo movidos por causas e consequências.

2403_20160229_132342

Uma proposta surgiu para refletirmos o maior feito da humanidade: produzir, transformar e relacionar HISTÓRIA(S) – “Minha caixa, minha vida!”. Ali, memórias em forma de objetos, sentimentos e descobertas foram guardadas e compartilhadas com o grupo. O resultado foi surpreendente! Crianças orgulhosas de si relatando a sua (e tão sua) VIDA por meio de uma fonte histórica se deram conta que eram iguais e ao mesmo tempo diferentes dos outros. Um sapatinho carrega o primeiro passo dado e um bilhete da esposa para seu marido, os tornam MÃE e PAI daquele interlocutor. Todos resgataram em seu pensamento momentos parecidos, senão iguais, mas personagens distintos entravam em cena a cada mudança de ato e não estamos sozinhos.

Enfim, somos SUJEITOS HISTÓRICOS a partir do momento em que a minha história influencia a sua história e a partir daí transformamos o meio em que atuamos. Basta decidir o caminho a seguir. A boa escolha é individual, porém o exemplo é fundamental. E assim, os grandes sujeitos nascem todos os dias!

2403_20160229_173813