Memórias de 2020

Memórias de 2020

COLÉGIO SANTA MARIA

21 de janeiro de 2021 | 07h00

Autoria – Tauany Pazini

O ano de 2020 passou como um furacão e revirou a vida de todo o mundo. Seja na escola, no trabalho ou na vida pessoal, todas as rotinas precisaram ser alteradas, adaptadas e reinventadas. Como toda mudança, seja ela boa ou ruim, traz consigo inúmeros aprendizados, e essa não foi diferente.

No início da pandemia, quando todos fomos pegos de surpresa, pensamos que ia ser algo passageiro. Porém, a situação se estendeu e tivemos que pensar: o que a Biblioteca do Santa Maria pode fazer para continuar participando da vida acadêmica dos alunos?

Começamos então a gravar vídeos com contações de histórias e enviar aos alunos para que eles continuassem tendo as aulas de biblioteca, mesmo que a distância. A princípio, os vídeos eram bem caseiros, com uma contação simples ou leitura de um texto. Mas à medida que o material era enviado e recebíamos retornos positivos dos alunos, fomos mudando as estratégias para que as aulas ficassem diferentes a cada novo vídeo. Com isso tivemos encenações, teatros, fantoches, ilustrações animadas e até um filme!

 

O retorno positivo das famílias foi um alento para nosso trabalho. Recebemos recadinhos dos pais e dos alunos agradecendo o envio das histórias, alguns contando que se reuniam para assistirem juntos e outros relatando como essas narrativas fizeram bem nesse momento de isolamento social.

Para que os alunos não ficassem sem empréstimos de livros, começamos a enviar livros nos kits de materiais bimestrais. Esse movimento fez com que os alunos pudessem ter momentos diferenciados em casa sem perder o hábito da leitura. Muitos pais acabaram vindo até a Biblioteca para trocar livros, pois seus filhos “devoraram” os que foram enviados e os pais não queriam que eles perdessem esse estímulo. Ver a preocupação dessas famílias com o incentivo à leitura deu ainda mais gás para continuarmos procurando maneiras de levar a literatura até os estudantes.

Logo, fizemos algumas lives com as turmas, pois muitos manifestavam a saudade que sentiam de estar perto da equipe da Biblioteca. Os alunos do 1º ano do Fundamental passaram a ter lives quinzenais para conversarem sobre a história enviada, ler trechos de livros, indicar leituras aos amigos e participar de atividades baseadas nas contações de histórias. Eles não perdiam uma e já aguardavam ansiosos pela próxima.

Os encontros com os autores também não podiam estar de fora dessa programação anual. Organizamos, então, momentos virtuais com os escritores e todas as séries do Fundamental I e II tiveram a oportunidade de conhecer, conversar e fazer perguntas para os autores dos livros que tinham lido. Um momento único e especial!

A partir de outubro, após aprovação do governo, a Escola passou a oferecer oficinas extracurriculares aos alunos e a Biblioteca também participou ativamente. Oficinas literárias foram especialmente preparadas, sempre com a preocupação em manter os protocolos de segurança durante os encontros. Estar com as crianças presencialmente mostrou o quanto esse contato faz falta tanto para os alunos quanto para os professores, levando-nos a valorizar esses momentos diários de nossa rotina ainda mais.

Enfim…. Estamos iniciando 2021 com a esperança de dias melhores e preparados para a formação integral dos alunos, seja ela presencial, online ou híbrida, através dos livros, da leitura, das contações de histórias e do mundo mágico que esse universo da Biblioteca tem a oferecer!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.