Matemática e educação financeira: de olho no consumo!

COLÉGIO SANTA MARIA

17 de agosto de 2021 | 07h00

Autoria: Ana Carla Cavalcanti, Fabiana Andrade Miranda e Simei Ribeiro

O ensino de educação financeira nas escolas surge da necessidade de crianças e jovens compreenderem conceitos básicos de economia e finanças, para que tenham comportamentos financeiros conscientes, de modo que as escolhas individuais gerem impactos saudáveis na esfera pessoal, coletiva, regional, nacional e global.

No 6º ano do Santa Maria, a educação financeira é trabalhada nas aulas de Matemática com o objetivo de desenvolver o letramento financeiro, a aplicação de conceitos matemáticos do cotidiano a partir da resolução de situações problema, atrelados à criticidade, à consciência sobre a importância do consumo saudável e sustentável.

O trabalho é desenvolvido no projeto “Orçamento familiar: de olho no consumo!”, que estimula alunos e alunas a criarem uma família fictícia, pesquisarem e levantarem dados sobre os gastos reais com alimentação, moradia, transporte, saúde, educação, lazer e despesas pessoais. O desafio é grande, mas estimulante, pois permite que os estudantes tenham contato com situações bem próximas da realidade. Eles contam com a participação da própria família no auxílio às pesquisas e ao compartilhar suas vivências nas questões financeiras familiares.

O desenvolvimento do projeto permitiu ainda o trabalho interdisciplinar com o componente Ciências, que desenvolveu com os alunos conceitos sobre fontes de energia. Através de pesquisa e vídeos, as turmas tiveram contato com os diferentes tipos de energias renováveis que estão em uso e crescimento no nosso país, como, por exemplo, eólica na costa do nordeste e geração distribuída, que possibilita a geração de energia em pequenas estações espalhadas por uma cidade e seu compartilhamento em pequenos grupos (muito comum em prédios e condomínios). Tais fontes poderiam, por exemplo, ser utilizadas como alternativa para a redução no custo de energia elétrica da família fictícia criada no projeto orçamento familiar.

Da teoria à prática

Alunos e alunas foram convidados e estimulados a envolverem suas famílias em um projeto de conscientização sobre a importância ecológica, social e financeira de economizar energia elétrica. Dando significado aos conhecimentos escolares, eles estão acompanhando, registrando e trabalhando os dados sobre gastos e economias a partir de tabelas e gráficos que são gerados pelos consumos mensais em suas casas.

Para enriquecer ainda mais as discussões, utilizamos o livro paradidático “Seu dinheiro, sua deci$ão!”, que apresenta uma sequência de contos que discutem, por meio de diálogos, questões presentes diariamente na mídia. Essa forma lúdica de apresentação facilita a compreensão e aplicabilidade de questões como consumo consciente, gestão de recursos financeiros e a importância de poupar, investir e planejar suas vidas para terem mais condições de alcançarem suas metas e sonhos.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.