Leituras – a busca de mim mesmo

COLÉGIO SANTA MARIA

06 de março de 2020 | 07h30

Autoria: Darci Garcia

 

Muito se fala acerca do Novo Ensino Médio. As escolas projetaram, cada qual a seu modo, sem perder a identidade, as novas estruturas educacionais, que formarão o trajeto do estudante que ora inicia seus estudos na 1ª série.

A unidade curricular que contempla o trabalho com Língua Portuguesa no Santa Maria oferece aos alunos um itinerário denominado Projeto Transformação – a palavra e a busca de mim, que se centra no objetivo de fornecer aos estudantes, por meio da leitura de autores diversos, em diferentes linguagens e mídias, a possibilidade de se buscar amparo para a constituição de si mesmos, incorporando leituras de mundo diversas. No caso da 1ª série, em função da idade, as inseguranças estão presentes diante da própria figura, diante do próprio jeito de ser, de se conduzir e de ler o mundo. Assim, entrar em contato com autores que se desvelaram, que se mostraram por inteiro, sem amarras, sem medo da própria fragilidade, é um suporte para a própria auto aceitação e, a seguir, expressão de si mesmos com mais vieses.

Sabemos que as experiências diante da leitura de diferentes contextos e vivências acabam sendo incorporadas e passam a fazer parte de nós mesmos. Para tanto, precisamos ler. Ler de tudo. Ler o que nos cerca, desde a placa de trânsito até a reação de uma pessoa diante de um estímulo. Ler um texto de jornal e um texto literário.

Toda leitura realiza um trabalho de mudança de nós mesmos, de transformação, pois ligada a outras histórias de vida, leva-nos, a partir disso, à construção de nossas múltiplas visões de mundo. Para tanto, Raul Seixas, Camões, Shakespeare, Machado, Augusto dos Anjos, Freddy Mercure, Madonna, Verlaine, Guimarães, Pessoa, Valéry, Baudelaire e tantos outros serão os inspiradores para essa busca pela própria palavra, para o encontro desse estado de ser que ainda precisa desabrochar, precisa redimensionar-se para a construção de uma visão particular de mundo a partir da visão do outro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: