A importância das simulações para a formação dos estudantes

A importância das simulações para a formação dos estudantes

Colégio Santa Maria

10 de maio de 2019 | 07h30

Autoria: Maria Luisa Parise

 

No feriado da Páscoa aconteceu mais uma edição do Fórum Faap de Discussão Estudantil, que é considerado uma das melhores simulações de organismos internacionais do sistema ONU.

Este ano a delegação do Colégio Santa Maria contou com a participação de 20 estudantes das três séries do Ensino Médio que, representando o Brasil, a Costa Marfim e os Emirados Árabes Unidos, debateram importantes temas presentes na agenda internacional em diferentes comitês. Nossas delegadas e delegados discutiram o novo Pacto Global sobre Migrações, o Fortalecimento da Educação em países vulneráveis, as violações de Direitos Humanos em Myanmar, a situação dos refugiados venezuelanos, o combate ao tráfico de pessoas na Europa, dentre outros.

Também estivemos presentes no comitê sobre a Conferência de Paz de Paris de 1919, um comitê histórico que aconteceu nesta edição e que mesmo tratando de um evento já ocorrido, propôs juntamente com novos membros que não participaram da conferência original, trazer novas abordagens, obter resultados diferentes, adotar um novo posicionamento, seguindo a política externa contemporânea ao período abordado.

Nos vários dias do evento nossas delegadas e delegados, ao longo das sessões, negociaram questões estratégicas, defenderam interesses da política externa de seus países, lidaram com situações de pressão, estabeleceram parcerias com outras representações consolidando, dessa forma, destacado protagonismo, reconhecido inclusive pela atribuição de menção honrosa no comitê United Nations Security Council (Conselho de Segurança das Nações Unidas), que abordou em inglês a revisão do acordo nuclear do Irã (The revision of Iran Nuclear’s Agreement) como delegação da Côte D’Ivoire (Costa do Marfim).

Possibilitar experiências como o Fórum Faap e outras simulações, como a que ocorre todos os anos em nosso Colégio – a SISa (Simulação Interna do Santa Maria), que tanto interesse e motivação despertam nos estudantes do Ensino Médio, propiciam, além de significativa aprendizagem acadêmica e vivência pessoal, uma grande autonomia de estudo e pesquisa, fundamentais na formação integral e cidadã de estudantes cada vez mais comprometidos com as soluções dos grandes desafios globais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: