II CONCURSO INTERNO DE REDAÇÃO DO COLÉGIO SANTA MARIA

II CONCURSO INTERNO DE REDAÇÃO DO COLÉGIO SANTA MARIA

Colégio Santa Maria

23 de setembro de 2019 | 13h00

II CONCURSO INTERNO DE REDAÇÃO DO COLÉGIO SANTA MARIA

“Cinquenta anos da chegada do homem à Lua”

 

Por: Maria Carolina Biscaia

 

Em junho de 2019, o Colégio Santa Maria promoveu o “II Concurso Interno de Redação”, cuja temática foi “Cinquenta anos da chegada do homem à Lua”. O desafio dado aos alunos nesta edição foi o de escrever textos em duas categorias distintas: 6º e 7º anos produziram contos de aventura e 8º e 9º, crônicas.

Para fomentar as reflexões sobre os feitos de Neil Armstrong e seus companheiros, todos os jovens inscritos foram convidados a participarem de oficinas preparatórias no período da tarde. Nestes encontros, foram abordados temas como os avanços tecnológicos pós-conquista, o contexto histórico envolvendo os Estados Unidos e a União Soviética na corrida espacial, as “fake news”, o papel dos meios de comunicação na divulgação do evento em sua época e hoje, além de outros.

O resultado não poderia ser melhor. O concurso recebeu mais de 200 inscrições e agraciou jovens com medalhas de ouro, prata e bronze, que foram entregues em cerimônia festiva no auditório Sister Charlita, em 14 de setembro.

Isabella Gomes de Faria apresentando o Concurso

A aluna Sophia Geraldi Rodrigues abrilhantou a manhã com a leitura de seu muito bem-humorado texto, cuja proposta era o inusitado encontro de Neil Armstrong e um alienígena.

“Três, dois, um, decolar! O foguete acabara de ser lançado, a missão Apollo XI já havia saído da superfície terrestre. Era algo perigoso. Antes daquela missão, nenhuma fora concluída com sucesso, mas eu e meus colegas estávamos preparados, seríamos os primeiros seres humanos a pisar em superfície lunar e, o mais importante, pisaríamos antes da União Soviética”

Sophia Geraldi Rodrigues

Representando os cronistas de ouro, Mayumi Fernandes declamou seu texto com muita emoção e vivacidade. O tom crítico e reflexivo do texto despertou o interesse e admiração do público pela jovem escritora.

“[…] O impossível perdeu seu título quando Neil Armstrong caminhou sobre a Lua e em seu solo fincou uma bandeira. Bandeira essa da tecnologia, do poder, da soberania, da vitória. Bandeira essa do dinheiro, da ganância, da contradição. Bandeira essa mais influente, mais valiosa que uma população sem lar que encontra em um astro tão distante a fuga momentânea de uma vida -se é que podemos chamá-la assim – na qual ainda não aterrissou o foguete do avanço. […]”

Mayumi Fernandes

Mayumi recitando seu texto

O final do evento foi marcado pelo coral de medalhistas entoando a canção “Tendo a Lua”, de Herbert Viana, com a ajuda e entusiasmo de toda a plateia.

Mesa composta pelos professores de Português Rita Sogi, Tiago Fernandes, Ariete Fernandes e Maria Carolina Biscaia

Coral de encerramento

 

Os apresentadores do evento: Rafael Bezerra, Carolina Bete, Henrique Fleury e Professora Melissa Ferronato

 

Plateia lotando o auditório

Tudo o que sabemos sobre:

Colégio Santa Maria

Tendências: