Festa Junina:  desenvolvendo habilidades múltiplas

Festa Junina:  desenvolvendo habilidades múltiplas

COLÉGIO SANTA MARIA

20 de junho de 2019 | 07h30

Autoria: José Ricardo e Edith Sonagere

“A voz do anjo sussurrou no meu ouvido. Eu não duvido, já escuto os teus sinais!”

O Pastoril,  dança do 3º ano na Festa Junina do Santa Maria, foi um convite para entrarmos no mais conhecido e difundido folguedo popular de Alagoas. Pastorinhas cantaram em louvor ao Menino Jesus, envolvendo a todos nessa encantadora brincadeira.

No início, nas aulas de Educação Física, por meio da expressão criativa de sequências de movimentos significativos,   aprimoraram as noções de espaço e tempo, ativando a sincronia, a percepção rítmica do pulso de uma música, bem como a desinibição, a autoconfiança e, acima de tudo, o compromisso com o trabalho e a produção coletiva, como verdadeiros membros de uma equipe. Um time em busca de um excelente resultado!

No decorrer do processo, múltiplas habilidades foram exploradas e desenvolvidas a partir de um trabalho interdisciplinar. A criação coletiva de movimentos a partir da audição das músicas tornou-os protagonistas da própria aprendizagem!

Dominar as noções espaciais para efetuarem os deslocamentos, acompanhar o ritmo, não apenas corporalmente, mas também com o manuseio dos pandeiros, dos bastões e chapéus, fazendo a marcação: novos desafios vencidos!

A compreensão do tema e da riqueza do vocabulário foi possível a partir da exploração das letras das músicas. Memorizadas e associadas as mudanças nos movimentos, tornaram-se um instrumento facilitador para o domínio da coreografia.

Formando dois cordões, o azul e o encarnado, ao som de músicas como “Anunciação”, “Boa noite, Meus Senhores”, “A Festa dos Santos Reis”, os alunos e alunas retrataram a riqueza da nossa cultura, a alegria do nosso povo e as habilidades adquiridas de uma forma indescritível!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: