Entendendo o centro de São Paulo

Entendendo o centro de São Paulo

Colégio Santa Maria

12 de agosto de 2019 | 07h30

Autoria: Fernando Reyes      

 

Em maio deste ano, os alunos do 9º ano do Santa Maria tiveram uma experiência única: visitar o centro velho da cidade de São Paulo.

O centro tradicional, a partir da década de 1990, sofreu um processo de desvalorização e de consequente deterioração, tanto em termos de moradia quanto de comércio e serviços. Porém, nesse contexto, novos agentes passaram a dar significado a esse espaço geográfico.

Nesse quadro, nossos alunos foram convidados a observar a arquitetura e o desenho urbano que tanto charme e poder deram à cidade até meados do século passado.

Como esse espaço é contraditório, não poderíamos deixar de visitar alguns atores que transformam o espaço urbano em um centro de contradições explícitas.

Nossos alunos visitaram ocupações de prédios até então desocupados e com dívidas enormes com o poder público, realizadas por movimentos que lutam por moradia, no sentido de mostrar à sociedade que o imóvel em questão deveria servir para amenizar um dos grandes problemas de São Paulo, que é a habitação popular e, portanto, cumprir com sua função social.

Entender o conceito de urbanização de um ponto de vista qualitativo e entender que as diferentes paisagens, suas transformações e mutações são frutos de processos inerentes à lógica do sistema capitalista foram os objetivos que nos moveram para levar nossos alunos a conhecer esse espaço, cujas funções, ainda que contraditórias, desempenham importante papel na vida de todos os cidadãos que habitam a maior metrópole do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:

Colégio Santa Maria

Tendências: