Educação financeira no Ensino Médio

COLÉGIO SANTA MARIA

20 de novembro de 2020 | 07h00

Autoria – Anibal de Azevedo Soares

Estudar Matemática Financeira não precisa ser enfadonho e difícil. No Colégio Santa Maria, onde este conteúdo foi introduzido no curso de Matemática da 1ª série do Ensino Médio com a reestruturação curricular realizada a partir dos desafios colocados pela BNCC, iniciamos o estudo a partir de um bate-papo informal com os alunos sobre questões financeiras do dia a dia.

Eles estavam muito interessados em entender o que são juros, como funciona um cartão de crédito, o que é multa por atraso no pagamento, assim como vários impostos pagos.

Após este primeiro momento, iniciamos a formalização, apresentando as fórmulas de juros simples e compostos e utilizando-as para resolver situações-problema concretas. Os alunos ficaram muito mais interessados em aprender após entender o porquê dos valores. As aulas online fluíram muito melhor com atividades de análise, resolução e discussão de problemas sobre compras parceladas, pagamentos à vista, descontos, multas e atrasos nos pagamentos.

A partir disso, passaram a calcular os impostos pagos e entender como eles são calculados, fazendo com que estejam melhor preparados para compreender e refletir sobre suas futuras compras e gastos, um assunto sempre presente no cotidiano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: