Desenho e escrita: duas formas de manifestação de um querer dizer

Desenho e escrita: duas formas de manifestação de um querer dizer

COLÉGIO SANTA MARIA

25 de setembro de 2019 | 07h30

Autoria: Eliane Lima

 

“Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás…
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem…
Sei ter o pasmo essencial (…)”.

(Fernando Pessoa)

Assim começo a escrever este artigo, trazendo a ideia de pasmo essencial de Fernando Pessoa. Pasmo por ser tratar a “escrita” e o “desenho” de formas singulares de linguagem que fazem as crianças mostrarem-se aos outros; linguagens que expressam o modo próprio como veem o mundo, o que pensam e sentem. Duas expressões sensíveis que sintetizam experiências e saberes, que dialogam entre si construindo representações e significações sociais, afetivas e de aprendizagem.

Expressões que revelam poética e encantamento e que, aos poucos, como diz Emília Ferreiro, percorrem caminhos próprios e distintos, pois à medida que as crianças desenvolvem habilidades nos diferentes “Campos de Experiências” percebem que, além dos desenhos, é possível usar a escrita como código que revela pensamentos, ideias e descobertas. Como escreve Edith Derdick: “Ao desenhar o pensamento se faz. ”

Práticas que fazem parte do cotidiano das turmas do Pré do Colégio Santa Maria, narrativas de um processo cognitivo-criativo que combina a evolução do grafismo e conquistas no processo de alfabetização.

Os grupos vivenciam situações corporais, musicais, plásticas, cênicas, motoras, orais (múltiplas linguagens) que nutrem acervos e desenvolvem habilidades para representarem e escreverem (autoria). Encontro entre linguagens que pressupõe apropriar-se de um lugar de autonomia, sensibilidade e criatividade. Registros que comunicam, compartilham experiências e formam memória.

Possibilidades das crianças na troca, na interação, na observação e apreciação das produções e trabalhos, compreenderem transformações de seus saberes e a importância da ressignificação de seus registros e narrativas gráficas. Transformar cada momento em espaço de encontro e aprendizagem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: