Desafios matemáticos: muitos caminhos, um universo de possibilidades

Desafios matemáticos: muitos caminhos, um universo de possibilidades

COLÉGIO SANTA MARIA

19 Abril 2018 | 07h02

 Autoria: Flávia Andrade e Sandra Evangelista

Curiosidade e investigação são processos que permeiam o desenvolvimento dos alunos e sua aprendizagem. Desde muito pequenos, os estudantes vivem inúmeras experiências extraescolares relacionadas à Matemática: conversam sobre números, fazem comparações, contam pontos em suas brincadeiras, exploram pesos e tamanhos, percorrem distâncias, presenciam situações de compra e venda e resolvem diferentes situações-problema. Portanto, organizar ações escolares que articulem os conhecimentos prévios às demandas de um ensino sistematizado é o ponto de partida para a construção de novos saberes.

Essa é a proposta do Colégio Santa Maria: possibilitar boas experiências de aprendizagem e a promoção da excelência acadêmica por meio dos desafios matemáticos.

A cada quinzena, os alunos do 4º ano recebem uma missão: pensar sobre uma situação problematizadora não-convencional e expor sua hipótese de resolução no mural da classe. As propostas são diversas, vão desde a análise de um quadrado mágico e a exploração de um criptograma até a elucidação de um problema nada clássico, repleto de excesso de dados. A tarefa deles é planejar uma estratégia de resolução sobre a situação, selecionar e tratar os dados do enunciado, trazer contribuições para o Painel de Soluções e dar uma espiada na forma de pensamento do colega, de modo a validar ou refutar sua hipótese anterior. Ao término da quinzena, as diferentes ideias são retomadas e socializadas com o grupo e os alunos percebem que cada participação é importante para a reflexão coletiva, pois não existem caminhos únicos, mas a intenção compartilhada de ampliar os conhecimentos matemáticos.

A estratégia do Problema da Quinzena, como é conhecida essa dinâmica, mobiliza nos alunos diversos recursos de pensamento, já que não se trata, apenas, de realizar uma lista de atividades repetitivas e mecânicas. Diante dessas provocações cognitivas, eles precisam mobilizar seus conhecimentos anteriores e elaborar novas propostas, percorrendo diferentes rotas, abrindo a mente para novas formas de pensar e, consequentemente, gerando novas aprendizagens e muitas possibilidades de atuação escolar.

Sabe qual é a melhor parte? A diversão. O ambiente problematizador, nesse tom de desafio, confere à Matemática o prazer da descoberta, a alegria da compreensão e a conquista de múltiplos olhares para o próprio processo de aprendizagem. Além disso, o Problema da Quinzena é esperado pelas turmas do 4º ano com empolgação.

E você, quer experimentar? Que tal encarar um novo desafio?

Mais conteúdo sobre:

Colégio Santa Mariamatemática