Depoimento sobre atuação como voluntário

COLÉGIO SANTA MARIA

26 de fevereiro de 2019 | 07h30

Autoria: Luiz Rodante Giannattasio

Há três anos, por meio de um colega que trabalhava como professor da EJA (Educação para Jovens e Adultos) no Santa Maria, fui me apresentar à professora Maria Cecília, oferecendo um pouco do meu tempo para também trabalhar com a equipe do Colégio. Minha intenção continua sendo trabalhar como voluntário junto aos alunos da EJA, com aulas de reforço de interpretação de texto e preparação para os exames do Enem e vestibulares, principalmente nas competências necessárias para a redação.

É uma atividade gratificante, pois você se sente valorizado em seu trabalho, mas sobretudo percebe o valor e a boa vontade dos alunos querendo aprender, querendo construir ou reconstruir sua própria vida, estando mais preparados para enfrentar os desafios do mundo do trabalho, mundo cada vez mais complexo para todos nós.

O que eles querem de nós é a nossa capacidade e a nossa boa vontade, nossa parceria amiga e competente. E isso podemos oferecer-lhes como algo que quanto mais repartimos, mais acumulamos: o conhecimento. Eles saem ganhando e nós também. Todos podemos ir conquistando o sentimento de pertencimento e de empoderamento, além do direito de reconhecimento como cidadãos.

No ambiente de uma sala de aula, podemos nos sentir parte de um grupo de pessoas que, aos poucos e apesar das muitas dificuldades, estão buscando a realização plena de suas vidas. E isto é muito gratificante. A gente volta para casa com o coração feliz por dois motivos: um, porque é uma atividade em que nos sentimos realizados; outro motivo é o sentimento de que também fazemos parte de uma equipe que tem por objetivo oferecer oportunidade de aprendizagem a pessoas que procuram a Educação de Jovens e Adultos do Colégio Santa Maria a fim de construir ou reconstruir sua vida escolar, num ambiente sério e amistoso.